Gramado superlota no final de semana. Espetáculo do acendimento das luzes é prejudicado pela falta de espaço para o público.

Mesmo com as notícias sobre apagões seguidos no fornecimento de água, o que levou até mesmo à declaração de estado de calamidade pública na semana passada, a cidade serrana de Gramdo, RS, registrou superlotação de turistas, tudo por conta das festividades do Natal Luz.

O problema do abastecimento de água decorreu de obras de melhoria e ampliação dos serviços da Corsan, que resultaram em completo êxito.

A foto acima, obtida com o iPhone do editor, registra a enorme movimentação diante da igreja católica e do Palácio dos Festivais. O local é onde se realiza o espetáculo gratuito que registra o acendimento das luzes (a zona central está toda enfeitada com bom gosto), mas não comporta a multidão, que se acotovela e não consegue ver quase nada. A prefeitura não conseguiu abrir espaço para o público, permitindo a construção de estandes como os do Snowland, que ocupam áreas privilegiadas que poderiam ser livres.

14 comentários:

Anônimo disse...

Os garçons dos restaurantes continuam atacando os fregueses nas calçadas? A tigrada das excursões, de São Paulo, Minas e Nordeste, e que sustentam Gramado, continuam a pedir redução de preço nos restaurantes? Só gente refinada na Suíça dos Pampas

Anônimo disse...

Muito bom!
Meu apartamento no airbnb esta bombando..

Anônimo disse...

Só apaga o que está aceso.
Ou as águas da Corsan de Gramado são diferentes??

Anônimo disse...

É mais do mesmo! Simples assim!

Anônimo disse...

a bagaceirada de POA e região em peso . coitados dos citadinos

Anônimo disse...

O Editor agora é garoto propaganda de Gramado?
É só uma pergunta.

Anônimo disse...

Na administração os 2 extremos do resultado causam problemas. Falta de apoio, falta de patrocinadores, falta de clientes, falta de marketing, falta de projetos, ou seja, quando tem pouca estrutura há resultados fracassados ou se que consegue-se resultado algum.

E o outro extremo é quando tem sucesso além do limite suportável pela estrutura exigente, causando sobrecarga do sistema, causa problemas por exagero de sucesso.

O caso de Gramado é esse. Eles focaram muito nas festividades de final de ano graças ao clima da região frio e pela estrutura favoráveis a festas natalinas. Como Gramado tem uma ótima estrutura de turismo, o evento se tornou um sucesso nacional e até internacional.

Como sempre, os extremos da vida sempre causam problemas. Muitos sofrem por falta de sucesso e outros sofrem por sucesso além do aceitável. Feliz quem consegue ficar do lado do exagero positivo e longo da ausência de sucesso.

Anônimo disse...

Esse país não tem como ir pra frente mesmo...pelos comentarios negativos percebe-se o teor das mentes que o habitam. Bom mesmo deve ser Havana.

Anônimo disse...

esse influxo de porto-alegrenses sem educação/cultura é fonte de transtornos aos locais

Polibio Braga disse...

Gramado é maravilha um oasis no Brasil.Precos tem para todos os bolsos.

Anônimo disse...

Se tem alguma coisa que presta neste país é a região de Gramado: cidades bonitas, ordeiras, com povo CIVILIZADO, com turismo de nível internacional.
Ah se boa parte do Brasil fosse como a Serra Gaúcha, teríamos uma imagem muito mais positiva perante o mundo civilizado.

Anônimo disse...

a tendencia de Gramado e regiões do entorno é perder a população local, que fugirá em desespero pois a cidade em si se tornará centro turistico e tambem empresarial pois tem vocaçao viu, mas pelo lado bom os imóveis terão valorizaçao graças ao boon que se seguirá ao efeito Bolsonaro, mas para os moradores locais que sempre se orgularam da tranquilidade agora terão de se mudar para outras areas se quiserem um pouco de paz e distancia desses ditos turistas

Anônimo disse...

cruzes credo em Gramado /Canela só passo perto na baixa temporada

Anônimo disse...

Polibio mas ja nao é de hoje que Gramado se torna nos findis, extemção mau feita dos bairros nobres da capital Porto-alegrense /RS