Suíça aponta R$ 43,2 milhões em financiamento ilegal de José Serra ]

A Justiça da Suíça citou, pela primeira vez, a suspeita de que uma movimentação de R$ 43,2 milhões bloqueados em contas bancárias no país europeu tenha sido utilizada para irrigar o financiamento de uma campanha presidencial do PSDB.

Osnomes dos suspeitos não foram divulgados=.

A movimentação foi registrada entre os anos de 2006 e 2012 e, segundo a procuradoria suíça, o dinheiro teria sido pago em troca da implementação de um contrato de serviços rodoviário "para financiar a campanha presidencial do PSDB". No período compreendido pela investigação, o ex-governador e ex-ministro José Serra era o presidenciável tucano

5 comentários:

Anônimo disse...

Tem que repatriar isso viu!

Adilio Faustini disse...

Se é apenas suspeita, não deveria ficar em sigilo de justiça? A Suíça não vive de dinheiro sujo surrupiados de países pobres por políticos corruptos? Qual a moral que um país tem em manter dinheiro sem procedência, muitas mortes poderiam ser evitadas no mundo com esse dinheiro sujo depositado "anonimamente nesses paraisos" fiscais.

Anônimo disse...

O brasil mudou e os poderosos vão precisar buscar a decência.

Anônimo disse...

Será que foi por isso que o Zé largou rapidinho o cobiçado cargo de ministro de Relações Exteriores? Certamente sentiu o cheiro de chifre queimado. Deixou o posto para o ex-motorista e guarda costa do terrorista Marighella, Aloysio Nunes.

Anônimo disse...

A Suiça só achou contas do Eduardo Cunha, do Paulo Petro e do Serra, e os outros???????