Opinião do editor - Não saia na rua em Porto Alegre, porque pode ser muito perigoso

Numa cidade em que nem o chefe da Casa Militar do governo do Estado está livre dos ladrões assassinos, só a auto-defesa armada pode dar alguma sensação de proteção, já que a Brigada Militar sumiu das ruas mais uma vez, a Polícia Civil está de novo em greve e os ladrões assassinos não escolhem hora, local e vítima.

Esta cena urbana foi descrita sem tons dramáticos, ontem a noite, 22h45min, pela página "Vítimas do Bairro Petrópolis", Porto Alegre:

- Acabamos de presenciar um assalto aqui na rua do Petrópolis Tênis Clube. O ladrão estava vestindo um casaco colorido, boné vermelho, calça jeans. Ele tinha estatura média e era gordinho. Apesar disto, abordou dois carros: um conseguiu fugir, mas na segunda abordagem entrou nob anco do carona ! O segundo carro não era de apoio, porque ele apontou a arma para o motorista.

E acrescentou:

- Antes de entrarmos na rua, vinha outro homem, mochila nas cosas, muito estranho.

Pouco antes, na rua Corte Real, esquina Felipe de Oliveira, no mesmo bairro, outro assaltando robou um celular de um pedestre.

16 comentários:

Anônimo disse...

Abaixo Estatuto do desarmamento, porte de armas já, o cidadão tem o direito de defesa.Hipócritas. Brasil, País de Tolos.

Anônimo disse...

Querem amansar a bandidagem??? ACABAR COM AS LEIS INCENTIVADORAS DO CRIME mantidas pelo PT e aliados??? Sem ser RADICAL, IMPOSSÍVEL!!! A MUDANÇA DE LEIS favoráveis aos bandidos só tem um candidato capaz de executar, os demais ou candidatos ou são covardes ou cúmplices da bandidagem! E este candidato todos sabem quem é! É BOLSONARO PRESIDENTE!

Anônimo disse...

É isto aí gauchos!!

Mudem-se para a Bahia onde Luiz Inácio tem 48,9% de votos.

Anônimo disse...

Sinceramente, como alguém pode acreditar no tal desarmamento? Só um idiota pra andar desarmado aqui no Brasil.

Unknown disse...

NarcoEstado... alguma novidade???

Anônimo disse...

Tudo isso graças aos irresponsáveis pelo estatuto do desarmamento, e que historicamente defendem bandidos. Chega de incompetentes e vagabundos no poder. Bolsonaro presidente!

Anônimo disse...

Tudo isso graças aos irresponsáveis pelo estatuto do desarmamento, e que historicamente defendem bandidos. Chega de incompetentes e vagabundos no poder. Bolsonaro presidente!

Anônimo disse...

Tudo isso graças aos irresponsáveis pelo estatuto do desarmamento, e que historicamente defendem bandidos. Chega de incompetentes e vagabundos no poder. Bolsonaro presidente!

Anônimo disse...

Tudo isso graças aos irresponsáveis pelo estatuto do desarmamento, e que historicamente defendem bandidos. Chega de incompetentes e vagabundos no poder. Bolsonaro presidente!

Anônimo disse...

Assalto com refém agora em Novo Hamburgo em pleno centro no Santander.
Joel

JORGE LOEFFLER .'. disse...

Policiamento, ou seja, a presença desses guardas do Estado com seus uniformes não mais é vista por que não temos um Governador que saiba mandar. Nos Estados onde há Governador de VERDADE eles estão nas ruas. Chefe de a tal Casa Militar não passa de mais uma figura decorativa que custa não menos do que VINTE E CINCO MIL REAIS mensais para nada produzir. Sei o que digo, por que infelizmente enquanto servidor passei alguns meses dentro do Piratini. Melhor dizendo, essa tal Casa Militar serviu no Governo do PSDB para que um ‘coroné’ montasse uma quadrilha lá que roubava telhas destinadas aos desabrigados e as vendia a bandidos como ele na grande Porto Alegre. O sujeito e sua quadrilha foram presos pela AUTORIDADE POLICIAL, o Delegado de Polícia de Alvorada, mas em uma semana foi aposentado e até hoje os meios de comunicação escondem se foi condenado, se a aposentadoria do coroné/ladrão foi ou não cassada. Estranho, não é mesmo Polibio?

Anônimo disse...

o filme desejo de matar ensina como limpar as ruas desses estrumes

Anônimo disse...

Reclamem da segurança pro idolatrado governador Sartori

Vocês gostam tanto do Sartori. Tá aí o resultado.

AHT disse...

"MINHA TERRA TEM HORRORES"

"Canção do Exílio", poema de Gonçalves Dias, foi parafraseado por dois estudantes de escola pública do Rio de Janeiro.

Eis, ipsis litteris:

"Minha terra é a Penha.
O medo mora aqui
Todo dia chega a notícia,
Que morreu mais um alí.

Nossas casas perfuradas
Pelas balas que atingiu,
Corações cheios de medo
Do polícia que surgiu

Se cismar em sair à noite
Já não posso mais
Pelo risco de morrer
E não voltar para os meus pais

Minha terra tem horrores
Que não encontro em outro lugar
A falta de segurança é tão grande
Que mal posso relaxar.

Não permite Deus que eu morra,
Antes de sair deste lugar
Me leve para um lugar tranquilo
Onde canta o sabiá."

============================

O Rio de Janeiro é Brasil.
O Brasil é Penha...
Onde estão os sabiás?

AHT
27/11/2017

Anônimo disse...

Bah..canso de falar isso..é só montar armadilhas...é como abrir um pacote com carne..dois toques está cheio de moscas...é só abater.

Carlo Germani disse...

Liberação do porte de arma para cidadãos psicologicamente aptos,treinados e
com armas legais,a criminalidade reduz em,no mínimo,50%.

PS-Os criminosos assassinos,como diz o editor do blog,"pensarão" 10 vezes em praticarem crimes.