Mateus Bandeira mostra a (in) Justiça do Brasil

Neste duríssimo e corajoso comentário, o ex-secretário do Planejamento do RS e ex-CEO da Falconi Consultores, candidato a candidato do Novo ao governo do RS, Mateus Bandeira faz corrosivo raio X das escandalosas despesas de pessoal do Poder Judiciário:

- Remuneração média: R$47.700,00/mês (acima do teto constitucional). Férias: 2 meses/ano. Fora os privilégios, mordomias e regalias. Eis a (in)Justiça no Brasil.

CLIQUE AQUI para ver e ouvir.

19 comentários:

Anônimo disse...

Vocês podem tirar proveito da lei do trabalho voluntário e se apresentar para o serviço no Judiciário.
Deparar-se-ão com montanhas de processos que exigem muito estudo, conhecimento e pressa no julgamento.
Aposto que não aguentam duas semanas assim.
Ps.: tem no Youtube o comentário do apresentador, escritor, comediante Moacir Franco, recém dispensado do SBT, dizendo que o seu salário de R$ 40.000,00 era muito baixo para o que ele produzia. Observem que ele não decidia sobre a vida, a liberdade ou os bens de ninguém.

Unknown disse...

Até quando???
Hora de os "meretr[issimos" descerem ao prostíbulo!!!

Anônimo disse...

Verdade, 11:09. Esses energúmenos acham que os funcionários também tem as mesmas regalias dos juízes, como trabalhar só a partir das 14h e 60 dias de férias ao ano! Venham fazer trabalho voluntário nos cartórios pra verem o que é bom pra tosse!

Marcelo disse...

Em que pese a robustez dos argumentos do primeiro comentário, o salário de magistrado está muito acima da média de outros funcionários públicos, que exercem funções tão relevantes quanto a de juiz. Exemplos: um PM que troca tiros com marginais, um médico que atende no pronto socorro, etc, etc e etc...

Anônimo disse...

Os salários do Legislativo , do Judiciário e das Estatais sempre foram muito superiores aos pagos pelo Executivo aos seus Servidores Públicos .!!!

Anônimo disse...

é sábido que o juiz só assina embaixo da sentença produzida por um assessor/analista. Não justifica essa média salarial. Ademais o Judiciário tem mordomias que o Executivo não tem. O que é mais fácil? Ficar lendo processo no ar-condicionado ou ir enfrentar a bandidagem no sol forte?

Anônimo disse...

Bom dia...
Mateus Bandeira o conselheiro tutelar mais votado da história de POA...
Avante...!!!

Anônimo disse...

Falconi...wow! Maior picaretagem da história da gestão pública

Marlos disse...

Então tá... Se elege e peita o judiciário.

Só rindo mesmo...

Anônimo disse...

Estão mexendo com as jararacas que pensam que todo o mundo é imbecil.
Se está tão ruim para eles porque não largam o emprego público e vão para a iniciativa privada?
Falar no Moacir Franco é o supra sumo da canalhice.
Vamos falar das demais funções públicas cujos salários não chegam à metade e a importância dos seus serviços é muito maior.
O idiota das 11:06, primeiro comentarista deve ser um excelente profissional de prostíbulo.

Unknown disse...

Aí está a razão de o Judiciário Brasileiro ser o mais caro do mundo!!!
E o segundo mais caro gasta proporcionalmente 1/3 do que gastamos, que é a Venezuela(Dados de matéria da Zero Hora)!!!

Anônimo disse...

Privilégios,mordomias,regalias,formam a chamada "Caixa Preta" do Judiciário,a que ninguém tem acesso.
O público que sustenta tudo isso,ignora totalmente.
Imagino ser tudo tão indecente,e imoral,que não pode mesmo vir a público.
Não contentes com tudo isso,sonham aposentar-se para concorrer com os advogados,pois invejam quando um ganha honorários gordos.
O judiciário é uma vestal de pureza,que à noite dorme com o mordomo.

Anônimo disse...

Moacir Franco ganhava 40.000,00 só que não era dinheiro público.
P.S.Sem mordomias ocultas.

Anônimo disse...

Tá na hora de alguém mexer nestas castas. A população não aguenta mais estas desigualdades.

Anônimo disse...

Típico comentario de funcionário publico cheio de mordomias. Fazem nada, ganham horrores e acham que tem a razão. Falta policia e cana no judiciário.

Anônimo disse...

Tu viu o video imbecil? Fala dos altos cargos do judiciário anta.

Anônimo disse...

Faz assim, busca um pouco mais na história, lá por 2009/2010 quando ele trabalhava no governo, que ele já peitou o judiciario não cumprindo uma ordem exdrúxula de pagamento.

Anônimo disse...

Quem pagava o Moacir? O Faustão? O Silvio Santos? Já sei, as propagangas de produtos, vendidas no canal. E quem compra os produtos? Quem quer.

Agora vamos pensar nos vagabundos do serviço público: quem paga o salario? A arrecadaçáo de impostos, que eu pago, sem poder decidir de quero pagar ou não.

Entendeu a diferença, imbecil.

Anônimo disse...

Vai, NOVO 30!!!
Dale dale RENOVAÇÃO TOTAL!!!

FORA POLÍTICOS!