Governo Sartori diz ao Cpers que poderá pagar salários em dia a partir de dezembro

O governo anunciou agora há pouco que poderá voltar a pagar em dia os salários dos professores, dependendo apenas do IPO do Banrisul e da adesão ao Regime de Recuperação Fiscal dos Estados.

Isto aconteceria a partir de dezembro.

O anúncio foi feito para a direção do Cpers, que comanda greve que já dura há dois meses.

É a primeira vez que o governo Sartori dá uma data para regularizar os pagamentos dos salários dos servidores do Executivo.

10 comentários:

Anônimo disse...

Será que essa gente agora compreendeu que não tem dinheiro?
Voltarão às aulas do mesmo jeito que deixaram.
De cabeça baixa.
Desmoralizados.
Só fizeram prejudicar os alunos.
Petezada danada essa.

Anônimo disse...

É greve politica, salários atrasados é apenas uma desculpa.

Anônimo disse...

Se esse Gringo não conseguir arrumar essa casa, ninguém mais consegue!

Anônimo disse...

Eleições editor, todos sabem. Demonstra a covardia desse sr. Pra não dizer outra coisa. E, por favor, para de fazer campanha pra esse medíocre. Não vais conseguir cargo assim.

Ultra 8 disse...

CHEGANDO PERTO DAS ELEIÇÕES,ESTE VAGABUNDO COMEÇA A FICAR "BONZINHO".

Anônimo disse...

É UMA PENA.
PELOS PÉSSIMOS SERVIÇOS PRESTADOS, DEVERIAM CONTINUAR RECEBENDO PARCELADAMENTE PARA SEMPRE.

Unknown disse...

Isso quer dizer que este ano a cambada do CEPERS vai gazetear... folguedo duplamente remunerado!!!

Anônimo disse...

Caro anônimo...que bom que o sr. Vive de rendas...se tivesse que sobreviver de trabalho sem salário tenho certeza que falaria menos besteira!!!

Luiz Vargas disse...

Ano eleitoral tem este dom impressionante de arrumar a casa de uma hora para outra.

Anônimo disse...

Essa greve é política. Todos sabem disso. Os salários atrasaram ou foram pagos em parcelas mas nenhum professor ficou sem salário. Em momento algum