Corpo de Jackson Rodrigues, ex-diretor gaúcho da Vivo, ainda não saiu da Espanha

Ao contrário do que informou o editor, baseado em informações de Santo Ângelo, o corpo do ex-diretor regional da Vivo, Jackson Rodrigues, não foi sepultado no cemitério da cidade. O que ocorre é que não houve translado para o Brasil até  agora. Nota da Vivo, que o editor recebeu há pouco, esclarece o que acontece:

Nota à Imprensa
A Telefônica Brasil lamenta profundamente o falecimento de Jackson Rodrigues, diretor Regional Sul da Vivo, ocorrido no sábado em Barcelona, Espanha.  A empresa presta todo o suporte à família. O executivo ingressou na empresa em março de 2000 e era admirado como profissional e amigo. Natural de Santo Ângelo - RS, Jackson tinha 49 anos e deixa esposa.

Em função dos trâmites, ainda não estão definidos data e local do velório e enterro.

Nenhum comentário: