Selvageria marca outra execução de jovem em Porto Alegre

Prossegue causando enorme comoção a execução da jovem Shaiane da Silva Machado, 17 anos, que foi abatida em plena rua da região mais central de Porto Alegre, que depois de levar 15 tiros foi atropelada duas vezes e arrastada por 50 metros.

Isto tudo aconteceu as 21h15min diante do Supermercado Nacional, proximidades da rua Múcio Teixeira, bairro Menino Deus.

Ontem a noite mesmo, o editor recebeu fotos e filmetes sobre o incidente, tudo por WhatsApp.

Atos de enorme ousadia e selvageria têm ocorrido com frequência inquietadora em Porto Alegre, tudo em consequência da ausência quase completa de policiamente ostensivo nas ruas da Capital.

10 comentários:

Anônimo disse...

Piores dias virão.

O que restou das polícias só serve para o rescaldo de incêndio.

E qualquer bandido tem arma e calibre superior ao da policia.

Marcelo disse...

Envolvida com tráfico ou prostituição.

Alguém pensou nisso? aacho que não hein...

sem dizer que ali perto fica a vila tesourinha

Anônimo disse...

Enquanto não "arrebentarem" as gangues envolvidas em drogas, vai ser isso aí !
Esse tipo de crime não se resolve com policiamento ostensivo, eles matariam ela até dentro de casa.

Unknown disse...

Vivemos uma Guerra Civil Declarada pela bandidagem... só falta nossos governantes(três poderes) assumirem tal realidade e declararem Estado de Guerra no Brasil!!!

Anônimo disse...

isto é o que o pt nos deixou, foram 14 anos de fronteiras escancaradas com entrada a rodo de armas e drogas

Anônimo disse...

A vida humana banalizada.
Afinal os direitos humanos dos bandidos precisam ser preservados.
A polícia não pode fazer nada. Nem que houvesse um policial por habitante honesto.A justiça sempre defenderá o bandido.

Anônimo disse...

Não me causou comoção. Quem se envolve com tráfico sabe onde pode chegar. Isto , pela crueldade, é execução.

Anônimo disse...

Essa é a colheita dos 13 anos de plantação das esquerdas brasileiras, onde tudo pode, plantaram permissividade.Essa esquerda que se dizem progressistas e defensora dos mais pobres fazem o contrário do que deve ser feito para proteger os mais vulneráveis. Quando vc cobra responsabilidade do individuo, vc estará fazendo para o bem dele e dos que o cercam, os famosos embalistas. Quem mora na periferia sabe do que estou falando, quando vc não pune os bandidos de um determinado bairro a tendência é um amigo, vizinho ver a imunidade e seguir o exemplo , embalo e depois de entrar na vida do crime ser morto, é uma rosca sem fim.Dos 60 mil homicidios anuais no Brasil, acredito que mais de 98% que são mortos, são da classe mais vulnerável que deveria ser protegida pela Policia e principalmente a Justiça com J maiúscula. Veja o Estado de São Paulo que é o Estado que mais prende e o que tem o menor índice de homicidios do Brasil.Se o Governo Federal, Politicos e a Justiça ajudarem o problema não sera extinto, mas será controlado em níveis dos países desenvolvidos . Está faltando vontade política e de Justiça no Brasil.Perguntar não ofende : Será que a OAB está satisfeita com o índice de criminalidade do Brasil?

Olga disse...

Pára com essa bobagem de policiamento ostensivo. Está mais que óbvio(se isso é possível) que bandido NÃO TEM MEDO da polícia. Isso é resultado da impunidade que rola solta e que foi mantida como 'normal" durante os governos petistas. Estamos pagando o preço da nossa omissão com essa escória política.

Olga disse...

Pára com essa bobagem de policiamento ostensivo. Está mais que óbvio(se isso é possível) que bandido NÃO TEM MEDO da polícia. Isso é resultado da impunidade que rola solta e que foi mantida como 'normal" durante os governos petistas. Estamos pagando o preço da nossa omissão com essa escória política.