STF decidirá dia 27 a questão da dívida dos Estados com a União

Será no dia 27 a sessão do STF que julgará as ações movidas pelos governos estaduais para revisar os termos das dívidas que têm com a União.

Ontem, junto com outros governadores, Sartori esteve com o ministro Edson Fachin e com o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, mas não houve acordo. Sartori falou e disse:

- Tomamos R$ 9 bilhões, pagamos R$ 25 bilhões e ainda devemos R$ 52 bilhões. 

4 comentários:

Anônimo disse...

Sim!
Contrato da dívida foi feito para ser honrado.
Pague e não se endivide de novo.
Simples assim.

Anônimo disse...

Alguem sabe qual é a agenda do governador Sartori ? o que ele fez esse ano de 2016 para ajudar a sair o Estado da penúria?

Anônimo disse...

E aí, ECONOMISTAS DE PLANTÃO (menos os petralhas), JURO COMPOSTO É
OU NÃO É ROUBO, ILEGAL????? Só não vale justificar que o comércio et allii fazem igual e está certo.

Anônimo disse...

Respondendo aos que ignoram: se você não paga o juro totalmente, é lógico e justo que os próximos juros incidam sobre o que não foi pago também. Por isso esse mimimi de paguei x e aumentou não quer dizer nada: se você não abate do principal vai virando bola de neve.