Debandada no PMDB já convence o Partido de que Temer assumirá em maio no lugar de Dilma

A debandada do PMDB do Rio já faz com que os cardeais do Partido trabalhem com a hipótese de contabilizarem 80% dos votos na reunião de terça-feira do diretório nacional.

O PMDB do Rio, junto com o de Minas, era o mais dilmista dos diretórios estaduais.

Ao desembarcar do governo na terça, o PMDB engrossará o caldo do impeachment.

O Partido já trabalha com a hipótese de levar Temer ao governo no decorrer de maio.

4 comentários:

Anônimo disse...

QUE A DILMA É DEBILOIDE JÁ SABEMOS, BASTA ELA ABRIR A BOCA PRA FALAR SEM TER DISCURSO PRONTO PELO ASSESSOR QUE SÓ SAIU BESTEIRA PELA INCAPACIDADE DE AJUSTAR OS NEURÔNIOS.

Agora que o navio está afundando todos os RATOS começam a sair, para depois voltarem.

Já disse aqui, não tenho mais idade, e infelizmente não sou um GENERAL, se o fosse a DILMA sairia, mas esta corsa de BANDIDOS POLÍTICOS QUE TEMOS NÃO ASSUMIRIA DE JEITO NENHUM. É tudo velho e VELHACOS, querem apenas cargos, o BRASIL e BRASILEIROS QUE DE DANEM.

Anônimo disse...

Se nós pararmos para analisar a situação atual do país, não existe pessoal mais adequada a assumir o comando do Brasil senão o Temer!
Claro que o ideal seria o Bolsonaro, mas só o mordomo de filme de terror é capaz de reunificar o Brasil pois ele certamente vai continuar com o PT no governo como coadjuvante e até alguns ministérios, só que quem irá das as cartas será o PMDB, e aí sim daria para já começar a se falar em 2018, mas na situação atual em que se encontra o país não dá pra ficar, as pessoas vão continuar nas ruas e a crise irá aumentar!
TÁCA-LHE PAU PMDB, O BRASIL PRECISA SEGUIR EM FRENTE E NÃO ANDAR PARA TRÁS COMO VEM ACONTECENDO!

Anônimo disse...

IMPERDÍVEL, quem estava em outro planeta e não sabe o que está acontecendo no país, escutem a 'LAVA-JATO NARRADA COMO UMA PARTIDA DE FUTEBOL', os caras são muito bons:
https://www.youtube.com/watch?v=Q-ySDloizSQ

Anônimo disse...

ELEIÇÕES GERAIS PARA SENADOR DEPUTADOS E PRESIDENTE VAMOS RENOVAR O CONGRESSO E O GOVERNO.