Temer e Dilma reúnem-se para decidir que daqui para a frente o vice será apenas o vice

A esperada reunião entre Michel Temer e Dilma Roussef aconteceu esta noite no Palácio do Planalto, durou pouco menos de uma hora e resultou no que já se especulava:

- Daqui para a frente as relações do vice e da presidente serão apenas institucionais, sem envolvimento pessoal e nem político, muito embora o vice seja também o presidente nacional do PMDB.

Dilma arrancou de Temer a promessa de que ele não defenderá o impeachment, mas Temer arrancou de Dilma o reconhecimento de que ele não precisará defendê-la durante o processo.

Na prática nada mudou desde que o vice mandou sua carta de protesto e se colocou fora da curva.

5 comentários:

Anônimo disse...

DIÁRIO OFICIAL Porto Alegre, quarta-feira, 09 de dezembro de 2015
Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos
Diretor-Presidente : Luciano da Silva Silveira
End: Avenida Praia de Belas, 1595
Porto Alegre/RS - 90110-001
CONCURSO PÚBLICO
O SECRETÁRIO DE ESTADO DA MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E DOS RECURSOS HUMANOS,
no uso de suas atribuições e tendo em vista o que consta no processo nº 107179-1400/15-2,
AUTORIZA o afastamento das servidoras da FDRH - PRISCILA MENA PRATES, Id. Func. 3646521/01
e TYANA DA CRUZ KARAM, Id. Func. 3626172/01, para, no período de 10/12/2015 a 14/12/2015,
viajarem a Florianópolis/SC a fi m de executarem o processo do concurso público do Banrisul.
Codigo: 1552057

Anônimo disse...

Temer declara guerra: 'relação institucional'

Após se reunir por cerca de uma hora com a presidente Dilma Rousseff nesta quarta (9), no Palácio do Planalto, o vice-presidente da República Michel Temer sinalizou que fará o possível para tomar sua cadeira; "relação será institucional", disse ele; declaração mais fria, impossível; isso significa que Temer já trabalha ao lado de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para tentar promover o impeachment motivado por 'pedaladas fiscais'; detalhe: Temer, que foi chamado de 'capitão do golpe' por Ciro Gomes, assinou decretos idênticos aos de Dilma, e o PSDB já fala em investigá-lo; o vice perdeu a compostura?; Dilma, em nota, disse que eles decidiram que terão "uma relação extremamente profícua, tanto pessoal quanto institucionalmente...

Xi, editor e tias do jô, será que o Temer se flagrou, que o PSDB foi buscar os Decretos de pedaladas fiscais, quando estava na fução de Presidente? Será que ele não se ligou que o que está em jogo é o que eles conseguiu a duras penas, ser vice-presidente, ou seja, sem votos?

Anônimo disse...

CHUPAAAA PETZADA SUJA VERMES COMUNISTAS LADRÕES LACAIOS DE FIDE FORAAAAAAAAA... Viva Temer Presidente

Anônimo disse...

Na verdade, ele será o imediato do comandante do processo de impeachment, o mafioso Eduardo Cunha ...

Anônimo disse...

Tá mas o Temer quer ser mais que a Presidente? Quer botar a carroça na frente dos bois? Em que governo em que o vice teve proeminencia maior que o Presidente?