Assembléia do RS votará nesta quinta o projeto que adia para o ano que vem o pagamento do 13o dos servidores do Executivo

Ficou para esta quinta a votação do projeto do governo Sartori que adia para junho do ano que vem o pagamento do 13o deste ano, ainda assim em seis prestações com valores corrigidos e remuneração através de juros aplicados sobre o saldo devedor.

O projeto não fala em empréstimo no Banrisul, mas o governo e o banco avisaram que isto será possível. O Banrisul fará os empréstimos com carência, ajustando as prestações devidas para os mesmos prazos e valores dos pagamentos que serão feitos pelo governo.

4 comentários:

Anônimo disse...

Quanto é gasto com CC's?

Anônimo disse...

Cabe lembrar que o 13º dos empregados celetistas de fundações e autarquias esta garantido, já a produção e retorno dos mesmos perante a sociedade não se pode dizer o mesmo! aqueles que servem o cidadão como saúde, segurança e educação estão condenados as mazelas, parcelamento, empréstimo de 13, tudo em nome de manter o prestígio de polítocos não eleitos e seus asseclas , além do corporativismo dos sindicatos de meia dúzia de gato pingado. o Desgovernador não consegue nadar contra essa "forte" corrente.

Anônimo disse...

Atrasando 13º e quer segurança pública... isso é piada... somente recorrendo ao Judiciário

Anônimo disse...

Concordado com o amigo do 09:44.Verdade.A FDRH e outras sempre recebem em dia,nunca atrasa nadica.Os outros que se lixem.Ou é pra um ou é pra todos...ou existe servidores e servidores? Existe servidores,no mesmo barco,com seus salários,suas contas,compromissos...aí é de lascar