Caiado defende fim do recesso para discutir a crise

O senador Ronaldo Caiado defendeu esta noite a retomada dos trabalhos do Congresso e o fim de recesso parlamentar, tudo para que deputados e senadores busquem uma saída imediata para a crise política.

No seu Twitter, o senado do DEM avisou que "diante do quadro de ingovernabilidade", a saída é a imediata convocaçao de novas eleições.

Se nada disto acontecer, Ronaldo Caiado prega movimento nacional de desobediência civil

Examine os dois posts sobre o assunto:

1. Diante de um quadro de ingovernabilidade, só tem uma saída: convocar novas eleições ou dará início ao um processo de desobediência civil.


2. A gravidade da situação exige que os líderes do Congresso antecipem suas atividades para discutirmos esse momento delicado.

19 comentários:

Anônimo disse...

Sugiro pro Políbio que quando quiser conferir data e horário é só dar olhada no canto direito inferior do monitor ao invés de procurar no jornal.

Anônimo disse...

Que crise?!!!! Tá tudo uma maravilha, sô!!!

Anônimo disse...

https://www.youtube.com/watch?v=g6Ar83SO1QQ (alcir-bloog antagonista)

Anônimo disse...

DILLMA/LULLA QUEREM DERUBAR A ECONOMIA PARA PODEREM ESTATIZAR EMPRESAS EM NOME DO POVO.

ESQUECERAM QUE ESTE "POVO" NÃO É MAIS O "POVO" DE OUTRORA.

Anônimo disse...

Ronaldo Caiado, representante máximo da oligarquia rural brasileira, que ainda pensa que mora na Casa-Grande, quer que a 'senzala' se revolte? Contra quem? Seus próprios financiadores de campanha e responsáveis por tudo isso que está aí, há séculos, é que não...mais provável é que ela queira a desobediência dos militares, está mais para o perfil deste senhor de engenho...

Anônimo disse...

Que o Brasil está sem governo, isto está muito claro, nunca tivemos uma mulher presidente, apenas uma incompetente e irresponsável que se autointitula de presidentA.

Anônimo disse...

O Caiado tem total razão! A classe política que vive no mundo da fantasia ainda não se deu conta que o país está desmoronando. O recesso é mais uma invenção destes vagabundos para continuarem recebendo seus gordos salários e benefícios sem trabalharem!
CAIADO PRESIDENTE, 2018!

Anônimo disse...

só no Bananao é que manifestação contra graves crises tem data marcada para acontecer e a resolução dos problema por parte de quem pode resolver, também...

agora ja sabem, quem quiser invadir o Brasil, o façam durante um recesso parlamentar...

Anônimo disse...

Políbio,

Parte da população já iniciou o processo de "desobediência civil" em vários graus.

Corremos, sim, risco de GUERRA CIVIL no Brasil!!

MST, CUT ... de um lado e o RESTO do outro.

JulioK

Gilmar disse...

Está certo o Caiado, pega de vice o Dep. Jair Bolsonaro e depois o Bolsonaro dirige a pasta da Defesa, o Onix Lorenzoni pega a Casa Civil, o Juiz Sérgio Moro o Min. da Justiça, O Joaquim Barbosa A AGU, a Katia Abreu continua com Agricultura, O Deputado Peninha Mendonça Chefe da Câmara dos Deputados, o Pastor Feliciano os Direitos Humanos, o Filho do Bolsonaro pega Diretor da PF ( Já que é Do ramo ), o Sen Àlvaro Dias dirige o Senado,o Tarso pega de "chefe dos lavadores de latrina da Papuda", o Lula pega de recolhedor dos degetos penitenciários, a dilma de faxineira ( se bem que a imundície da Papuda será o cáos, e por aí vai. Em 10 anos o Brasil reverte esse quadro podre que o PMDB e o PT construíram.

Anônimo disse...

Nassif encontra o Cerra inteirinho na Lava Jato !

Vamos ver agora o dos chapéus defender a Lava Jato …

Saiu no Jornal GGN, de Luis Nassif:

José Serra e a Veja aparecem nas anotações de Marcelo Odebrecht

Jornal GGN – Dica do leitor André Nunes, pelo Twitter, permitiu identificar nomes escondidos por tarja preta, no relatório da Polícia Federal sobre as anotações encontradas no telefone de Marcelo Odebrecht.

Algumas iniciais eram facilmente identificáveis, como FP (Fernando Pimentel), JEC (José Eduardo Cardozo) ou GA (Geraldo Alckmin).

A mais polêmica, no entanto, foi a de JS.

Seguindo as instruções do twitteiro, no entanto, bastou copiar a tarja (CTRL C) e colar (CTCRL V) para aparecer o nome por trás da tarja.

Copiando e colando aparece o seguinte texto:

“Identificação de Jose Serra (JS) o telefone da secretária (11) 3087.1450 está registrado em nome de Jose Serra, o endereço da Joaquim Antunes, possui telefone (11) 2157.2104 registrado em nome de Jose Serra”.

Constavam da agenda de Marcelo telefones e endereço do escritório particular de Serra.

Não foi possível aplicar o mesmo método no retângulo coberto pela tarja.

A sigla JS aparece em outro trecho do relatório.

Novamente aparece o nome José Serra debaixo da tarja.

As menções a Serra, André Esteves (dono do BTG Pactual), a revista Veja e as siglas RA e EA (possivelmente Reinaldo Azevedo e Eurípides Alcântara), e Blairo Maggi, Michel Temer, Fernando Pimentel, entre outros, permitem supor uma estratégia similar ao relatório Bisol, na CPI das Empreiteiras.

Na época, Bisol e Aluizio Mercadnte tiveram acesso a dez caixas de documentos da Odebrecht. Acabaram se enrolando na apuração e relacionando organograma da diretoria com estruturas de corrupção. De qualquer modo, a expectativa de existência de centenas de nomes inibiu os trabalhos da CPI e a própria cobertura da mídia.

Veja não foi a única publicação visitada por executivos da Odebrecht após o estouro da Lava Jato.

Há dúvidas também em relação às iniciais GM, em trecho relacionado com tributos. Pode ser Guido Mantega, conforme apontado no relatório. Mas também são as iniciais do Ministro Gilmar Mendes, do STF.

De qualquer modo, o impacto do relatório, ao menos no primeiro dia deixou a mídia sem ação. Sequer houve a exploração às menções do ex-presidente Lula no relatório da PF.

Xi...Xiii.....tomara que o caído consiga o fim do recesso que tem muitooooo assunto para discutir, essa do Serra, do PSDB e da Revista Veja é de estourar quarteirão, tá explicado porque alguns colonistas da Veja estavam dando pau na lava jato e a própria revista pulando fora....

Anônimo disse...

Quais atos de desobediência civil o Senador propõe? Espero que isso não seja só discurso e que ele tenha alguma ideia. Aliás, está faltando político na liderança do povo que vai às ruas.

Anônimo disse...

Todo meu apoio ao senador e digo mais se nossas instituições não retirarem essa organização criminosa que tomou conta do palácio do planalto devemos nos pegar em armas e reconquistar nossa liberdade e nossa democracia.

ricardo bisio disse...

Recesso parlamentar nessa altura do campeonato é a própria Marcha da Insensatez! É o circo pegando fogo e o sujeito atrás do pipoqueiro. Muitos procurando o fogo da lona para estourar a pipoca. É a maior evidência do tipo de homem que colocaram naquela Casa! São todos uns tiriricas travestidos! Não é por acaso que a polícia está nos calcanhares de uma boa parte deles!

Anônimo disse...

Caiado tem razão o país sendo destruido e os belezas dos políticos de férias. Que gente sem noção.

Anônimo disse...

Petralha 23:00 a inveja mata, VAI TRABALHAR, VAGABUNDO.

Anônimo disse...

Esperimentem pesquisar para ver quais EMPRESAS financiaram a campanha deste larápio conversador

Anônimo disse...

E você, fascistinha de meia-tigela das 10:12, vai trabalhar no engenho do Caiado...de preferência como jagunço de salário mínimo...

Anônimo disse...

Desobediência Civil já!

Greve geral! Não recolher impostos!

Foi assim que Marthin Luther King e Gandhi saíram-se vencedores!