Faltou recato e compostura no velomício de Eduardo Campos.

No comentário a seguir, o editor analisa o velomício do Recife e compara com a velha tradição das carpideiras cantadas como tragédia grega por João Cabral do Melo Neto nos seus poemas ou então por Josué de Castro no seu clássico “Sete palmos de terra e um caixão”.

. Faltou sobriedade, recato e compostura nas cerimônias fúnebres de Eduardo Campos.

. O que aconteceu é que a família e o PSB aproveitaram-se do evento para produzir um espetáculo político inescrupuloso de efeitos midiáticos, assombrando o País.

. Nada que se comparece à sobriedade e respeito trágico a outras mortes igualmente impactantes, no caso 
as de Getúlio e Tancredo.

. O Brasil mudou muito.

. A política virou um vale tudo.

. Os primeiros resultados foram os números da pesquisa desta segunda-feira do Datafolha.

CLIQUE na imagem a seguir para ver e ouvir o comentário do editor, intitulado Faltou recato e compostura no velomício de Eduardo Campos.

8 comentários:

Anônimo disse...

Puxa vida, concordo com o Editor !

chibato disse...

DESCULPE A COLA EDITOR
Faco minhas as suas palavras.

Anônimo disse...

Qual foi a conclusão da perícia sobre a morte do Jango? Será que a "Veranopolitana" Maria do Rosário não vai pedir para exumar o corpo do Eduardo Campos para saber se não foi um atentado?????

Alberto/NH disse...

E assim caminha a nojenta política da Pátria Tupiniquim.

Anônimo disse...

Ora Políbio, os familiares do Eduardo Campos e os socialistas pernambucanos, estavam REVOLTADOS porque vão cair no ANONIMATO; DEPOIS DA MISSA DE MÊS, O MORTO É ESQUECIDO. E no Brasil, afora Pernambuco, o Campos nem chegou a ser conhecido!
Ai dos mortos!

Anônimo disse...

Se o Eduardo Campos soubesse que sua morte causaria tanta empolgação, inclusive na própria família, já teria se matado antes. Nunca teve uma festa de aniversário como esta.

Anônimo disse...

O problema é que a Marina virou a queridinha da mídia amiga. E temos um novo santo...São Edu...

tiririca do sul disse...

Editor não é velomicio e VELÓRIO MICIO. velomicio não existe na linguá portuguesa