Bolsonaro nomeia Bulhões e acaba com o domínio comunista de 30 anos na Ufrgs

Bulhões e sua vice são os dois primeiros da esquerda para a direita. As outras duplas foram apoiadas pela esquerda.

Depois de 30 anos de domínio, a esquerda perdeu o domínio da Ufrgs, a maior universidade pública federal do RS, porque o presidente Jair Bolsonaro nomeou o professor Carlos André Bulhões Mendes como novo reitor. Ele tomará posse no dia 21.

A decisão foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira.

Carlos Bulhões é filho do Alagoas,mora e trabalha há 30 anos no RS e integrava a lista de candidatos a reitor da Ufrgs que foi enviada ao presidente Jair Bolsonaro.

Os grandes derrotados foram os atuais reitor e vice-reitora da Ufrgs, Rui Oppermann e Jane Tutikian, que lideraram a lista tríplice e foram apoiados pelos lulopetistas, comunistas, corporativistas, esquerda em geral e pela RBS.

CLIQUE AQUI para conhecer o sólido currículo do novo reitor.

28 comentários:

Anônimo disse...

Que Deus o proteja e lhe de sabedoria para transpor as armadilhas que encontrará na caminhada.

Anônimo disse...



Parabéns ao novo Reitor !


A Universidade merece muito mais ... a começar por uma faxina física e expurgar os resquícios de baseados.

Implantar um sistema de segurança para quem realmente pretenda estudar e ter tranquilidade para tanto.

A sociedade organizada e ordeira Agradece a sua disposição em enfrentar tamanho desafio.

Sucesso e conte conosco.

Finalmente temos esperança por dias melhores.

Unknown disse...

Vamos discutir a educacao no brasil. Questionar o pifio desenpenho da nossa educacao em.decadas de ideologia marxista predominante. Contra fatos não há argumentos.

Anônimo disse...



Bom dia, Polibio, bom dia leitores, Jesus esteja com vocês.


Vamos torcer para terminar com a doutrinação nas universidades. Na verdade não é apenas nas Universidades, mas em todo o sistema de ensino. O povo precisa se libertar dos assédios, precisa se libertar de pessoas que querem obrigar que as pessoas sejam da forma que eles querem que sejam. Eles querem moldar para pessoas de acordo com os interesses deles e para isso, assediam, esculacham para forçar as pessoas a se comportarem do modo que eles querem. Isso é um absurdo e não é liberdade. Como esses que se dizem lutar pela liberdade assediam os jovens para obrigá-los a se comportarem da forma que eles querem? Que liberdade é essa?


Anônimo disse...

Parabéns a este alagoano que será reitor da UFRGS! Como ele, também de Alagoas e que fez
ou teve muito sucesso no Rio Grande do Sul e que ficou conhecido nacionalmente, foi o General Góes Monteiro, que participou ativamente na revolução de 1930, que culminou no fim da politica do café com leite!

Anônimo disse...

Dia de muita comemoração! Exatamente há 30 anos atrás, personagens desta facção que hoje perde o poder, iniciavam o que sabem bem aqueles que sofreram em suas mãos. Hoje, faz-se JUSTIÇA. Rua com eles!

Anônimo disse...

Uma limpeza ainda mais profunda precisa ser feita na UFPel, onde quatro chapas do mesmo campo político disputam a eleição.

José Corrêa disse...

Boa sorte ao novo reitor e sua equipe!!!

Eles terão muito trabalho para desinfestar a UFRGS das pragas que lá habitam há décadas!!!

Mas nada como a luz do sol para exterminar as trevas!!!

Tarciso disse...

Maravilha. Que seja o inicio do fim do aparelhamento de minha universidade " alma mater".

Tarciso disse...

Há quarenta anos terminei meu mestrado na UFRGS, antes da esquerda tomar conta da administração e passar a se preocupar mais com ideologia do que com o que importa, a formação.

Anônimo disse...

Parabéns e sucesso ao novo Reitor.
Agora é trabalhar, há muito por ser feito.

Unknown disse...

Muito bom!!!!!!!!!!!!!!!!!! Pois NÓS GAÚCHOS DE DIREITA E CONSERVADORES PRECISAMOS DESESQUERDIZAR esse nosso LINDO RS. E isso é URGENTE.

Anônimo disse...

Boa sorte ao novo Reitor. Sua tarefa não será fácil, pois os ratos infestaram o ambiente.

Anônimo disse...

Embora já fosse esperada a nomeação de Carlos Bulhões, hoje é dia de comemoração.

Anônimo disse...

Unknown disse...

Muito bom!!!!!!!!!!!!!!!!!! Pois NÓS GAÚCHOS DE DIREITA E CONSERVADORES PRECISAMOS DESESQUERDIZAR esse nosso LINDO RS. E isso é URGENTE.



TINHA QUE BOTAR UM GAÚCHO DE DIREITA PARA DESESQUERDIZAR, NÃO UM ALAGOANO.

Anônimo disse...


Há uns dois ou três anos passados, fui assistir a uma formatura de Curso de Administração na UFRGS. O paraninfo(?) encenou um discurso político e ideológico em defesa da ex "presidenta" afastada, pouco se importando com a importância daquele evento, dos convidados presentes dos formandos, enxovalhando o ato. Naturalmente foi aplaudo por "alguns", mas foi motivo de vaias e sapida do recinto por outros, antes do termino. Uma vergonha.
Tomara que isso não se repita... nunca mais!

Anônimo disse...

Sucesso ao novo Reitor, assim como com o Presidente Bolsonaro, não será fácil!
Mas o bem vencerá!
Merece atenção a UFPel, mais contaminada que a UFRGS!

Anônimo disse...

Parabéns
Quem é vencedor uma vez será sempre

Anônimo disse...

Uma vez um anjo apareceu e disse
Vc tem que ficar bem porque tem uma grande missão
E tá aí a prova um reitor iluminado
Vc sabe quem é

Anônimo disse...

aviso tenho empresa falou que formou em humanas nessa universidade, não emprego de jeito nenhum.

marsil.poa disse...

Que notícia boa! Apesar de ser esperada sempre causa alegria. Até oxigenar a UFRGS vai demorar. Tudo ali é esquerdizado. Deus ajude o Bulhões. É preciso passar a limpo a Instituição.

Massaranduba disse...

VIVA!!! VIVA!!!

Anônimo disse...

PELA FOTO TEM UNS QUE PARECEM SER DO ELE NÃO

Anônimo disse...

Hoje queria ser um mosca na reitoria pra ver a petezada esvaziando as gavetas kkk.

Anônimo disse...

Ele Tem que varrer as ratazanas para o lixo!

Unknown disse...

Ardilosa Armadilhas. Estamos em limpeza. Deus está no Comando e há de continuar dando Sabedoria a quem quer o melhor para a nossa Amada Pátria.

Anônimo disse...

Que Deus o ajude e o ilumine na tarefa árdua de limpar toda a sujeira e a podridão que 30 anos de esquerdismo travestido de social-democracia deixaram numa das melhores universidades do país - e minha "alma mater", também.

Anônimo disse...

Tomara que não seja a decadência da corte de verbas já tão minguadas que este governo destina para educação e cultura em geral neste país ocasionando debandada geral de melhores profissionais por não serem valorizados.
Há necessidade de mudanças, sim, o continuísmo leva a acomodação do poder.Que seja uma reitoria sem radicalismo e burrice do Bozo.