Mandetta amarelou, assumiu o discurso de Bolsonaro e prevê reabertura a partir do dia 13

O ministério da Saúde propôs a Bolsonaro, hoje, que a reabertura das atividades humanas e econômicas comecem, de modo gradativo no dia 13 de abril.

O ministro Luís Mandetta amarelou.

A reabertura ocorrerá nas cidades nas quais pelo menos 50% das unidades da UTI estejam desocupadas no dia 13, passíveis de serem usadas por doentes infectados.

A reabertura será feita de modo escalonado, gradativa e sujeita a medidas mitigatórias.

93 comentários:

Anônimo disse...

Vejam esta alternartiva, a partir do 3:00 :
https://youtu.be/ppSgCKfzikA
Mostra a suposta estrategia sobre o assunto.

Anônimo disse...

E o nosso docinho de Pelotas????

Joel Robinson disse...

Tu tá muito enganado. Não percebeu que quem manda somos nós?

Anônimo disse...

Quem amarelou foi o Bolsonaro.

Anônimo disse...

presidente, fique esperto com esse trombeta...

recuou porque não quer perder a vitrine politico/eleitoral...

os DEMistas devem se reunir para definir uma nova estratégia de minar o senhor de maneira mais sutil, sem da muito na vista, como vinha acontecendo...

não deixe mais esse trombeta dar coletivas....

Anônimo disse...

É hora dos empresários botarem os seus focinhos pra fora dia 13 de abril, então!! O Covid-19 está esperando vocês, seus canalhas! Não vale colocar só os "colaboradores" pra rua, tenham culhão seus covardes.

Anônimo disse...

Quem amarelou foi o bozo, seu bode velho.

Anônimo disse...

Mandetta amarelo? Bolsonaro o machão hetero é que anda dando piti como se fosse uma bicha velha ciumenta por não ser a todo momento o centro das atenções.

Anônimo disse...

A sua manifestação está completamente distorcida. Quem assumiu o discurso de mandetta foi Bolsonaro, e não o contrário. Ou o governo não assumiu o isolamento? Mais uma canalhice do editor.

Anônimo disse...



Sergei Cobra entrevista o neurologista Cícero Galli Coimbra

http://culturafm.cmais.com.br/oito-em-ponto/entrevistas/sergei-cobra-entrevista-o-neurologista-cicero-galli-coimbra

Anônimo disse...

Quem amarelou foi o Bozo! Não ia demitir? Você é uma piada Polibio!

Anônimo disse...

Doriana vai torturar os paulistas até o final do mês. Pura doidice, pois com ou sem confinamento o virus chines vai fazer vítimas. Só que ele quer desastre econômico junto com virus chinês.

ZAPELINO B disse...

Quem amarelou foi o Bananaro com o trancasso que levou de 03 generais e de 01 almirante. É mesmo um CAGÃO!!!

Anônimo disse...

Boa noite! A fonte é fidedigna?

Anônimo disse...

Mandetta Picaretta

Steve disse...

Acho que não amarelou. Se der errado, ele sai por cima. O fato é que nós, os velhinhos vamos ter que ficar em casa por mais algum tempo. Nem sair para tomar um pouco de sol podemos. Vamos nos enfraquecendo até quando?

Anônimo disse...

Fiquem de olho em certos estrangeiros aí, logo eles aparecerão cuspindo em frutas e caixas eletrônicos para a pandemia não arrefecer e eles poderem continuar a nos estuprar psicológica e financeiramente.

Anônimo disse...

Quem esverdeou-oliva não foi o Mandetta não. Acho que nas cidades onde não há corona vírus não deveria haver quarentena. Mas onde há muitos casos precisa sim

Anônimo disse...

"O ministro Luís Mandetta amarelou"
Tu tá faccioso demais da conta, ô Políbio. Tu tá um petista com sinal trocado. Vai com calma, velhinho...

Anônimo disse...

"O ministro Luís Mandetta amarelou"
Tu tá faccioso demais da conta, ô Políbio. Tu tá te comportando como um petista, com sinal trocado. Vai com calma, velhinho...

Anônimo disse...

Na realidade ...
Mandetta emparedou o Presidente
Referenda as ações dos governadores
Mandetta colocou Bolsonaro no bolso
Angariou um grande lastro eleitoral
Deverá ser lançado como Presidenciável pelo DEM

Anônimo disse...

Ué! A Globo não tinha demitido ele?
Q pena!!
Devia ser demitido por fraude em licitações e desvios na secretaria de saúde de campo grande MT.

Anônimo disse...

Ah, foi o Mandetta quem amarelou, claaaaaaro... Polibio Braga, vc é uma piada. Perdeu a vergonha e o senso de ridículo há horas. Que troço mais patético esse teu post.

Anônimo disse...

Faltou tinta na caneta Bic do mito! Hahahahahahaha

Mario - POA disse...

o dotôzinho botou o ratinho no meio das perna e baixou a cabeça. se até touro que é touro se ajoelha, porque um mediquinho de merda não vai ajoelhar pro presidente? agora abriu a porteira, São Paulo já começou com a desobediência civil, mais uma semana e tá tudo funcionando de novo. e a petralhada vai ter que fazer aquilo que odeia: TRABALHAR!!! cambada de vagabundos inúteis!

Anônimo disse...



Considerando-se o percentual de mortos por Covid-19 no Brasil deduzimos que São Paulo tem o pior sistema de saúde e Rio Grande do Sul o melhor sistema.

Parabéns ao RGS!

Anônimo disse...


Considerando-se o percentual de mortos por Covid-19 no Brasil deduzimos que São Paulo tem o pior sistema de saúde e Rio Grande do Sul o melhor sistema.

Parabéns ao RGS!

Anônimo disse...

#ForaMandetta

Anônimo disse...

Presidente que não pode nem demitir um ministro. Que vergonha.

Anônimo disse...

Coitado do perondi

Anônimo disse...

Ele é do DEMOs, foi convencido abrir as pernas

Anônimo disse...

Mandetta, se ficar, terá de ser cúmplice do genocídio:

FERNANDO BRITO · 06/04/2020 - O Tijolaço

O Ministério da Saúde “sinalizou”, segundo diz o G1, que pode reduzir o isolamento social, caminhando para fazê-lo como quer Jair Bolsonaro: isolar apenas os idosos e os “doentes” e liberar a circulação para os demais.

É inútil repetir que o tal “isolamento vertical”, além de ser uma espécie de gueto para os que eles consideram inservíveis, não funcionou em nenhum lugar do mundo, ao contrário do que deu resultados: a contenção mais absoluta do movimento e reunião de pessoas.

A situação do Brasil está longe de despertar tranquilidade para qualquer tipo de relaxamento.

As advertências a isso estão por toda a parte. Os EUA, há apenas 18 dias, tinham o mesmo número de casos que temos hoje. E menos mortes.

Eram 13 mil infectados e 206 mortes e hoje são 363 mil e quase 11 mil mortos.

18 dias, menos de três semanas e por lá morrem mil por dia.

Os jornais fizeram vista grossa à projeção de mais de 100 mil mortos em São Paulo, feita por um dos integrantes da equipe de médicos que assessora o governador João Dória.

Que estejam errando em 50%, ainda assim é aterrador.

Essa história de que “está acabando” na Europa nada tem de “científico”, três ou quatro dias com menos casos – tomara que não – podem ser meras variações na notificação ou na aplicação de testes, além da variação natural típica destas situações.

Já vimos, no final de semana, a quantidade de irresponsabilidades praticadas pela baixa convicção de que o isolamento é necessário.

Se esta tolerância vier do próprio Ministério da Saúde, só irá aumentar a concentração de pessoas na rua, ainda mais que o auxílio emergencial continua perdido no horizonte e o povão precisa viver.

Anônimo disse...

Se amarelou, vai perder popularidade e vai afundar junto com o bozo.

Anônimo disse...

Em nome da economia vai se jogar um monte de gente para o vírus.....O governo é a favor do COVID 19, não resta a menor dúvida. Já tem gente desesperada, com contas pra pagar e dispensa vazia que vai voltar a trabalhar, mesmo arriscando ficar doente...Nem precisa ser adivinho para saber o que vai acontecer.....

Anônimo disse...

Mandetta critica orientação da OMS e diz que Brasil testará apenas pacientes com sintomas
https://www.terra.com.br/no...

Anônimo disse...

CORONAVÍRUS: MANDETTA PROMETEU 15 MILHÕES DE TESTES, MAS SÓ ENTREGOU 0,5% ATÉ AGORA
https://theintercept.com/20...

Anônimo disse...

Covid-19: Ministério da Saúde não sabe quantos testes foram feitos no país
https://noticias.uol.com.br...

Anônimo disse...

Subnotificação dificulta combate à covid-19 no Brasil
https://www.dw.com/pt-br/su...

Anônimo disse...

RESULTADO DE TESTE DE COVID-19, SÓ UM MÊS DEPOIS DO ENTERRO
https://piaui.folha.uol.com...

Anônimo disse...

kkkkk

Esse sujeito que está na presidência não manda mais em nada.

Anônimo disse...

Virou uma esculhambação total.

É o pior governo de nossa história.

É um triste legado da grande mídia, dos evangélicos, dos fascistas e ignorantes.

Triste momento do meu país.

Anônimo disse...

Como as vagas nas UTIs são mínimas...fora Mandetta!

Anônimo disse...

O dinheiro governo federal não quer liberar para o enfrentamento a pandemia nos Estados e Municipios, vai comprar a fidelidade desses seres Unidos ao boçalnaro que defendem a mesma idiotaideologia, gente que faz qualquer coisa pra se aparecer e ganhar prestígio prestígio. OS iguais se merecem.

Anônimo disse...

Gilmar Mendes diz que se Bolsonaro revogar isolamento contra o coronavírus, medida será derrubada no STF

Do Globo.
(…)

O ministro disse que, se o presidente Jair Bolsonaro baixar uma norma revogando o isolamento social como medida de contenção do coronavírus, provavelmente a medida será derrubada pelo STF:

– Tenho muita dúvida se algum tribunal vai validar eventual decisão do governo federal que contrarie as orientações da OMS (Organização Mundial de Saúde). Acho nenhum juiz do Supremo Tribunal Federal vai validar esse tipo de entendimento.

(…)
https://www.diariodocentrod...

Anônimo disse...

Parece que ele não tem culhão para aguentar pressão...

Anônimo disse...

um rato ... como muitos nesse desgoverno de milicianos ...

Anônimo disse...

Arregou?

Anônimo disse...

Caos total, desgoverno, circo, covid-19, fome, miséria, economia em frangalhos, homofobia, aporofobia, racismo e por aí vai!
A merda disso tudo que a grande parte do povo miserável brasileiro,APOIA O LIXO QUE OCUPA A PRESIDÊNCIA!
Irão sofrer por anos essa abominação que é mandatário do planalto central!

Anônimo disse...

Tanto faz maneta ou trevas, ambos são contra os pobres!

Anônimo disse...

Queria entender o que estão vendo nesse Mandetta... Só fica falando pra todo mundo ficar em casa e usar máscara (o que tá certo) mas politica publica de verdade pro problema vejo pouco

Anônimo disse...

Militares obrigam Bolsonaro a recuar e impedem demissão de Mandetta:

Segundo a revista Veja, militares como os generais Walter Braga Netto, da Casa Civil, e Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo, foram fundamentais na reviravolta, mas o ministro da Saúde ainda continua balançando no cargo

6 de abril de 2020

247 - Jair Bolsonaro já havia tomado a decisão de demitir o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, mas foi convencido na final da tarde desta segunda-feira, 6, a mudar de ideia pela ala militar do governo.

Segundo a revista Veja, Bolsonaro teria sido convencido por militares, como os ministros da Casa Civil, Walter Braga Netto, e da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, de que a melhor decisão seria manter o ministro por enquanto.

Segundo a revista, a possibilidade de exoneração, no entanto, continua forte. "O deputado federal Osmar Terra, ex-ministro da Cidadania, a imunologista e oncologista Nise Yamaguchi, diretora do Instituto Avanços em Medicina, e o diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antônio Barra Torres, são apontados como favoritos a ocupar o cargo. Terra, inclusive, já teria ligado para alguns governadores para anunciar a decisão do presidente", diz....

Anônimo disse...

Virou uma esculhambação total.

É o pior governo de nossa história.

É um triste legado da grande mídia, dos evangélicos, dos fascistas e ignorantes.

Triste momento do meu país.

Anônimo disse...

O dinheiro que ele não quer liberar para o enfrentamento a pandemia, vai comprar a fidelidade desses seres Unidos ao boçalnaro que defendem a mesma idiotaideologia, gente que faz qualquer coisa pra se aparecer e ganhar prestígio prestígio. Os iguais se merecem.

Anônimo disse...

Tudo jogo de cena. Não ia demitir ninguém. Jogo da direita e a esquerda caindo na armadilha. Mais uma vez.
Agora a direita tem várias opções eleitorais e a esquerda vai acabar apoiando Mandetta, Dória ,Witzel. Quer dizer Bozo,quer dizer capitalismo selvagem,quer dizer morte, genocídio, barbárie.

Anônimo disse...

Ninguém da esquerda vai esquecer o passado do Mandetta. Tem apoio momentâneo para não virarmos um Equador. E tá bem meia boca o que ele está fazendo.

Anônimo disse...

Passado e presente. Continua sendo a mesma coisa.
Enganaram todo mundo não recomendando máscaras durante um mês e mentem o tempo inteiro.Nos dados,etc. Igual toda a mídia brasileira.

Unknown disse...

Desculpe nao penso assim.
Esta ganhando tempo.
Falou da cloroquina e na sequencia do remedio de cavalo para desacreditar a cura.
PICARETA.
TA GANHANDO TEMPO

Anônimo disse...

Quem faz o pronunciamento nos Estados Unidos é o presidente mas no Brasil e o ministro da saúde. O Bozó não entende de economia ou saúde não sabe fazer pronunciamento. É um palhaço ruim no circo.

eduardo araujo disse...

o senhor e amigo do deputado terra mas parece que tem uma outra pessoa....mas o bolsonaro não iria usar a caneta, ate o ministro esvaziou as gavetas...quem arrego mesmo?

eduardo araujo disse...

o sr e amigo do deputado osmar mas parece que ha outros antes dele para ser ministro, mas o atual não esvaziou as gavetas quem arregou?

Anônimo disse...

Saia do Antagonista e assine “Oeste”

Cris disse...

Kkkkkkk....
Políbio , você não existe...
Ele está amarelinho... como um tomate...

Anônimo disse...

Este tal de Mandetta é politico. foi deputado federal por 2 mandatos. Secretario da Saúde do Mato Grosso. é filiado ao DEM e foi indicado pelo Maia, Alcolumbre, Caiado e Centrão. É médico ORTOPEDISTA apenas. Tem vários rolos no Estado dele. Então me poupe, é apenas mais um jogo politico do DEM para se credenciar a próxima eleição.

Anônimo disse...

Quem amarelou foi quem tava decidido a demitir e não demitiu...

Anônimo disse...

E eu te pergunto, onde vais encontrar hospital público com lotação menor que 50% nas UTIs?

Anônimo disse...

Acho que a historia não é bem assim. Acho que quem amarelou não foi ele.

Gaudêncio disse...

Votei no Bolsonaro para a presidência? Votei. Confesso que estou decepcionado com a incompetência e teimosia dele. Hoje o Bolsonaro perdeu feio a queda de braço que tentou contra o Mandetta e o DEM encabeçando a oposição assumida, engrossada pelo famigerado centrão. Ficou patente que os generais, conscientes e sabedores das forças contrárias aumentando a pressão e chantageando o governo, tiveram que entrar em campo e impedir o Bolsonaro de demitir o Mandetta. Mandetta se deu ao luxo de não baixar a cabeça e, irônico, deu um recado humilhante ao Bolsonaro. Bolsonaro não vai engolir, vai provocar novo embate e, de embate e desgastes seguidos, vai sair do governo sem passar a faixa presidencial. Infelizmente, lamentavelmente, desgraçadamente para o Brasil. Ele não cresceu um milímetro a mais do que media quando encerrou o mandato dele como deputado federal. Hoje o Bolsonaro se apequenou a olhos vistos. Por mais uns tempinhos, no portão do palácio poderá fazer as palhaçadas com a platéia de correlegionários fanatizados, todos esperando para a "entrevista" com ele, uma claque "espontânea" se extasiando em bajulações, animada por oportunistas expressando bordões e bençãos.

Anônimo disse...


Continua no Governo.

Realmente amarelou...

ZAPELINO B disse...

E aí Polibio, o que houve que o Bananaro não demitiu o Mandetta, hoje como tu havias prometido??? Faltou tinta na sua caneta bic ou foi falta de coragem mesmo??? Bananaro é um MENTIROSO, narcisista, burro, cínico, hipócrita e FALSO como uma nota de R$ 3,00!!! Quanto estás ganhando para ser MAV desta DIREITA BURRA???

Antonino Silva disse...

Políbio
Comente para nós porque O Antagonista está defendendo a Rede Globo tão ostensivamente??

Sylvio disse...

Foi o Mandetta que amarelou Polibio ? Tem certeza ?

Anônimo disse...

O Mandetta jantou o Bozo, kkkkkkkk

Anônimo disse...

Pois e. O mandetta ficou, pois o presidente em exercicio Braga Neto determinou, e logo apos fez uma fala, dizendo que fica, e reafirmando o apoio aos governadores, a ciencia, aos protocolos da OMS, enfim.. contrariou tudo que seu idolo falou caro Polibio.
Cara, esta ficando divertido. Voce e o nr.1 do brasil em passar pano no bozzo. Que coisa tragica.
E agora como fica sua postura!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Kkkkkkk mandetta amarelou???
A tinta da caneta acabou

Anônimo disse...

Quem amarelou foi o presidente. Deveria já ter demitido esse ministro Picaretta traíra faz muito tempo. O presidente está isolado, sem força. Quem manda é a ala militar.Ele não tem partido de sustentação.

Unknown disse...

Ao contrário, quem amarelou foi o Presidente! Mandetta saiu fortalecido,e deu recado na entrevista ontem!

maba disse...


Que inversão dos fatos. Quem amarelou foi o Bolsonaro. A Junta Militar informal que governa o país deu um "chega prá lá" no capitão.

Anônimo disse...

Pelo que vemos quem se cagou todo foi o Bozo.

Anônimo disse...

Mandetta amarelou?
Mas quem ficou descolorido foi Bolsonaro.Até seus colegas de farda ficaram do lado de Mandetta.
Se amarelar é sair-se fortificado no cargo,então sim amarelou.
Com que cor se saiu Bolsonaro?
Marron.

Anônimo disse...

Mandetta defende isolamento social em artigo científico:

Brasil 07.04.20 - O Antagonista

Luiz Henrique Mandetta e outros cientistas publicaram nesta terça-feira (7) um artigo científico em defesa do isolamento social na Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical.

No texto, o ministro sustenta que o pico da epidemia no Brasil ocorrerá em abril e maio.

“Vários modelos matemáticos mostraram que o vírus estará potencialmente circulando até meados de setembro, com um pico importante de casos em abril e maio”, diz trecho do artigo.

Os autores defendem ainda que o isolamento evita estragos maiores na economia: “O isolamento social é a medida que precisa ser sugerida logo de início para que seja possível achatar a curva epidemiológica com o menor impacto econômico possível.”

O artigo é assinado ainda pelo secretário de Vigilância em Saúde do Ministério, Wanderson Oliveira, e cientistas da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS), da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), da Fiocruz, da Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado e do Ministério da Saúde.

Anônimo disse...

Desprezo à ciência custará milhares de vidas:

Helio Gurovitz, no G1

O ministro Luiz Henrique Mandetta vinha sendo saudado como oásis de racionalidade e determinação no combate ao novo coronavírus, fonte de luzes num governo contaminado pelas trevas, pelo desprezo à ciência, onde o próprio presidente, chamado de “cético-chefe” pela imprensa internacional, se tornou um risco sanitário. Pois ontem Mandetta cometeu o maior erro de em sua gestão à frente da pasta da Saúde – um erro que deverá custar a vida de milhares de brasileiros.

Como resultado de um acordo político costurado pelos militares para garantir sua permanência no cargo, Mandetta aceitou relaxar as diretrizes para o distanciamento social no país. Ao final de uma reunião tensa que sucedeu os boatos de demissão, afirmou que o governo “se reposiciona” para enfrentar o problema.

Durante a tarde, o ministério baixou normas em que estabelece três níveis de isolamento e aceita, nas cidades com mais da metade do atendimento médico disponível, o que chama de “distanciamento social seletivo”, situação em que apenas idosos e demais grupos de risco são proibidos de circular livremente. Pode ter sido uma medida eficaz para atender demandas políticas, mas a ciência estava ausente da reunião. O resultado deverá ser dramático. (...)

O crescimento exponencial do início da curva epidêmica não perdoa atitudes lenientes. Números aparentemente baixos no início se multiplicam rapidamente e, em questão de dias, bastam para abarrotar hospitais e UTIs, como se viu em Milão e em toda a região da Lombardia, a mais atingida pela epidemia na Itália. (...)

A primeira, e mais óbvia, é a restrição a viagens. Enquanto houver circulação livre, um único infectado vindo das áreas mais críticas pode criar um foco com milhares de casos, como aconteceu em cultos religiosos na Coreia do Sul e na França. Para conter o vírus em Wuhan, o epicentro da pandemia, o governo chinês passou a monitorar todas as entradas e saídas da cidade e da província de Hubei. Em postos de estrada e estações de trem de todo o país, termômetros capazes de detectar sinais de febre à distância se tornaram ubíquos. (...)

A segunda medida a adotar, e a mais importante, é ampliar e disseminar a capacidade de testes. O objetivo é isolar quem estiver contaminado e rastrear todos os seus contatos. Na China, isso foi feito em todas as cidades que não estavam sujeitas às mesmas restrições que os principais focos da pandemia (leia mais aqui). (...)

O relaxamento do isolamento social, sem monitoramento dos transportes nem uma capacidade de testes robusta, não passa de uma quimera. A Covid-19 é uma doença insidiosa, que pode ser transmitida por quem aparentemente não apresenta sintoma nenhum. A infecção pode levar até duas semanas para manifestar os primeiros sintomas. Deter o vírus significa saber quem são esses pacientes assintomáticos e isolá-los até da própria família.

O Brasil já tem sido leniente na aplicação das normas de distanciamento social impostas até agora. Um levantamento com base na localização de celulares sugere que elas têm sido cumpridas por pouco mais de 50% da população. O Reino Unido, que mal começa a deter o vírus, reduziu por volta de 73% dos contatos, de acordo com um estudo recente. Nas regiões da China que obtiveram êxito para barrar a disseminação, tal redução foi superior a 85%.

O desafio por aqui, portanto, ainda é enorme. Em especial, em favelas ou regiões de maior adensamento dos grandes centros urbanos – para cuja população precisará haver garantia de sustento durante um período que se anuncia longo...

Anônimo disse...

Enquanto Mandetta alerta sobre o pico da doença entre abril e maio no Brasil, Lorenzoni anuncia a abertura do comércio logo depois da Páscoa. Parece que o Tico e o Teco estão em curto circuito, e se isso se realizar, Mandetta será o co-responsável, sim, pela provável disseminação do Covid-19 no país.

Anônimo disse...

Mandetta estava indo bem, pelo conhecimento técnico e boa oratória. Mas devemos nos lembrar de seu perfil neoliberal. Votou a favor do teto de gastos e já defendeu privatizar serviços do SUS. Imagina isso hoje, diante dessa pandemia.

Anônimo disse...

Ou Mandeta pede demissão pq se der merda o bozo vai botar todas as mortes na bund* dele.

Anônimo disse...

Na torcida aqui, que morram o gado dele: os evangélicos.

Ultra 8 disse...

Enquanto a economia mundial não entrar em colapso, os sionistas não vão permitir a volta ao trabalho.

https://youtu.be/nIiRUFBVt74

lilico disse...

Engraçado tenho reparado que 90 % dos comentários são de anônimos,cada um mais imbecil que o outro,ou será o mesmo postando várias vezes? Mandetta não é infectologista,sabe tanto quanto o Bolsonaro,mas quem tem dois miolos na cabeça está percebendo o jogo político que rola junto com o vírus. Comparar Estados Unidos e Itália com o Brasil é no mínimo burrice. Todos pegarão o vírus e quando metade da população contrair o vírus ,aí todo mundo vai ver a manipulação a
squerosa da mídia.

Ultra 8 disse...

Este sinistro, "lambretta" tem problemas. estava sendo investigado pela lava-jato.

Pesquisem e descubram. ele é mais um bandido que virou santo.

A Dilma é criminosa, e este povo trouxa a elegeu presidente do país. Agora ela e o maior ladrão do mundo, Lula, estão livres, e o Zé povo está preso.

O estado laico e seus honestos representantes bandidos....

ZAPELINO B disse...

Faltou coragem mesmo! Bananaro não passa de um CAGÃO ALOPRADO!!!

Anônimo disse...

Nem na mulher, que está dando pro Osmar Trevas, o novo ministro que não chegou a ser empossado!

Anônimo disse...

Até tirou uma casquinha com o MITO DA CAVERNA! O Bozo deve ter rasgado o cu com as unhas!

Unknown disse...

Aonde estão os idosos experientes,eu sou idoso mas em momento algum acreditei nesta farça eles querem boicotar o presidente . Eles querem o trono do capitao mas as forças armadas jamais deixaram. E aqui vai meu slogan, Idoso sim idiota não querem que o corona vírus financie a próxima eleição. Estes canalhas pensão que nos idosos somos tongo.

Unknown disse...

Fora STF, SENADO e Maia com seus comparsas