Sindicância sobre caso de André Carús é prorrogada na Câmara de Porto Alegre

Pente fino poderá esclarecer dúvidas na Câmara de Porto Alegre.

Foi prorrogada por mais dez dias a sindicância aberta na Câmara de Vereadores de Porto Alegre depois que foi preso o vereador André Carús, MDB, tudo para verificar atestados frios de saúde com vistas à obtenção de empréstimos consignados por parte de servidores. Carús é investigado no âmbito de inquérito policial que visa esclarecer se ele usou recursos obtidos por 12 CCs seus, usando o expediente.

A sindicância poderá revelar a existência de outros casos iguais ao de André Carús na Câmara de Porto Alegre.

Pelo menos dois vereadores defendem um pente fino na Casa, tudo para não deixar margem a dúvidas

2 comentários:

Anônimo disse...

A CASA VAI CAIRRR KKKKKKKKK

Anônimo disse...



E no Executivo Municipal?

Será que o TCE não tem o dever de auditar todo o pessoal que tem consignado acima da margem?