Artigo, Matthews Stephenson - O incrível escândalo que encolheu

Reflexões adicionais sobre os vazamentos de lava Jato

Matthew Stephenson, de GAB, Blog Anticorrupção Global

A seguir, trechos pinçados pelo editor. O texto integral está no link a seguir, traduzido precariamente pelo Translator. É muito extenso. O autor é professor de Harvard. No segundo link, vai o texto em inglês.

OK, com essas ressalvas fora do caminho, deixe-me dizer um pouco mais sobre a minha perspectiva atual sobre o Lava Jato Leaks.

Primeiro, minha convicção de que os vazamentos não minam a convicção de Lula é tão forte ou mais forte do que na semana passada.

No post da semana passada, castiguei o Intercept por sua sugestão sensacionalista de que os vazamentos mostravam que Dallagnol e sua equipe sabiam que seu caso contra Lula era infundado. Eu chamei esta parte da reportagem do Intercept de frívola. Eu permaneço por isso. 

CLIQUE AQUI para ler o texto em português, traduzido precariamente pelo Translator.
CLIQUE AQUI para ler tudo em inglês, no original.

11 comentários:

Anônimo disse...

Quem diria que a força tarefa da lava jato acuada no corner,
prestes a ser nocauteada.

Anônimo disse...

O ex-juiz moro e os Procuradores da LAva Jato, coroborariam muito se abrissem o sigilo do Telegram, tudo bem? Ou estão com medinho?

Anônimo disse...

O Senhor Sérgio Moro e os Procuradores da Lava Jato aceitariam se submeter a um "detector de mentiras" para sanar as dúvidas do Brasileiros?

ARS disse...

O factoide do espião pornô, travesti de jornalista, deu chabu. Mas a PF não quer nem saber e já corre atrás dos seus cúmplices:
https://istoe.com.br/cerco-aos-hackers/
O #pavaomisterioso tinha razão!

Anônimo disse...

Sergio Moro defende uso de provas ilícitas e teste de integridade de servidores:

5 de agosto de 2016 - Cojur

O juiz federal Sergio Moro defendeu nessa quinta-feira (4/8) o uso de provas ilícitas em processos, desde que elas tenham sido obtidas com “boa-fé”, conforme informou o jornal O Estado de S. Paulo. Em audiência na Câmara dos Deputados para discutir as 10 Medidas contra a Corrupção, propostas pelo Ministério Público Federal e que viraram o Projeto de Lei 4.850/2016, o responsável pelos processos da operação “lava jato” em Curitiba afirmou que “pessoas que infringem a lei sem intenção de cometer um crime” ou empregados que fazem uma denúncia “em situação conflituosa com sua ética” devem ter suas provas preservadas....

Unknown disse...

O Lula passaria por detector de mentiras

Anônimo disse...

Perito atesta: Moro não passa no detector de mentiras:

O perito Mauro Nadvorny arrolou características técnicas sobre a postura verbal e corporal de Sergio Moro no depoimento do Senado; Nadvorny diz que, ao se observar os níveis de estresse e de tensão de Moro, pode-se afirmar com larga segurança de que ele não passaria no detector de mentiras....

21/06/2019 - Brasil 247

Anônimo disse...

Rapazes petralhas, guardem seus conselhos para a Dilma e a Gleise, que poderão precisar. Se encontram na Rússia onde provavelmente foram buscar "recursos" para a causa, velho costume que vem desde os tempos em que Cuba "financiava" a revolución en Brasil através de cem mil dólares de Fidel Castro para Brizola, que sumiram no ar, se evaporaram e geraram grandes bate-bocas entre a dupla, com Brizola sendo classificado como "EL RATÓN" por Fidel! Analogicamente Dilma e Gleise seriam as "LAS RATAZANAS" de amanhã para Putin??

Iara Mãe D'água disse...

Dr. Sérgio Moro, meu herói!!!
Pra frente BRASIL!!!

Anônimo disse...

Eu que não sei se os detidos pela.lava jato passariam no detector ....

Anônimo disse...

Moro utiliza revista Isto É para ameaçar com a PF o The Intercept e as reportagens da Vaza Jato:

21/06/2019 - Revista Forum

A revista Isto É desta semana publica uma reportagem repleta de ameaças baseadas em supostas investigações da Polícia Federal que poderiam, segundo o jornalista que assina o texto, mudar o curso das investigações da Vaza Jato.

O texto termina com a seguinte frase: “Quem acompanha as investigações assegura: se os indícios encontrados até agora se confirmarem, a PF estará bem perto mudar o rumo do rumoroso episódio que monopolizou as atenções dos brasileiros nas últimas semanas.”

O texto é assinado por Germano Oliveira, que publicou no seu Facebook uma foto dele com outros quatro jornalistas quando Lula foi preso. Na foto, ele dizia que estes profissionais teriam feito a diferença para que o ex-presidente fosse encarcerado.

Germano sempre foi tratado pela Lava Jato como um dos porta vozes informais da operação. E usou e abusou de “indícios” para acusar Lula e outros petistas. Quando trabalhava no jornal O Globo, Germano informou aos seus leitores que Lula passaria o revellion na cobertura do apartamento do Guarujá, que sequer estava pronto.