Leite terá dias de choro e ranger de dentes por ter desautorizado Sartori no caso do RRF dos Estados

O governo Bolsonaro será duríssimo na questão do ajuste das contas públicas. Não haverá transigência com ninguém.

É acreditar em Papai Noel, todos aqueles que pensam que o governo Bolsonaro será mais flexível do que o governo Temer, tudo no caso dos governos estaduais que não conseguem ajustar as suas contas.

O governador eleito Eduardo Leite enfrentará dias de choro e ranger de dentes em 2019.

E vai se arrepender por ter desautorizado Sartori no fechamento das etapas finais do processo de adesão ao RRF dos Estados.

14 comentários:

Anônimo disse...

Acabou a mamata, o povo brasileiro não quer sustentar estado governado por incompetentes e por corruptos, vide exemplo do RJ,Bolsonaro já fez essa leitura, se virem.

Anônimo disse...

Que etapas finais?! Nem uma intenção de pré-acordo o gringo e seu vice conseguiram assinar.

Anônimo disse...

"Choro" ? A alegria do garoto por ter ganho a peleia em campanha politica vai perdurar por quatro anos, é a sua verdadeira proposta de governo. O resto irá transferir para a população.

Anônimo disse...

Fim de carreira pro gringo, num dia se recebe uma herança maldita do governo anterior, no outro se deixa uma herança maldita para o próximo governo. E assim segue a vida, com uma gorda aposentadoria de governador do estado quebrado.

Justiniano disse...

Isso é coisa de gurizada medonha, são neófitos nessa questão. Há uma diferença abissal entre tratamento das prefeituras com o estado e o tratamento do estado com a união.

Agora vê-se "tira a bunda da cadeira" e vai resolver os problemas do estado.

Aviso aos navegantes o salário dos funcionários estaduais vão atrasar, não haverá nem parcelamento. Aguardem e virão.



Anônimo disse...

Bem feito. Não votaram no gringo agora que coma docinhos pelotenses...

Anônimo disse...

E aquele gringo abobado resolveria alguma coisa? Ah, menos, editor, menos!

Anônimo disse...

Nem na época do pt teve tanta torcida para um governo dar errado...

Anônimo disse...

O RS deve vender seus ativos se quiser renegociar a dívida. Caso contrário, nada feito.

Anônimo disse...

Já conversei com minha mulher, professora aposentada. Disse prá ela, para de fazer compras na Renner, que a partir de janeiro o salário não será pago, nem atrasado. Eu não vou pagar tuas contas.

Uma sugestão...: tragam de volta o tarso genro, o home é mágico, pagou em dia até o 13º, só que no primeiro dia do governo do gringo, o gringo viu que os cofres estavam RASPADO, não tinha nenhum centavo. O tarso é ou não é mágico...???

Anônimo disse...

Anônimo disse...
Acabou a mamata, o povo brasileiro não quer sustentar estado governado por incompetentes e por corruptos, vide exemplo do RJ,Bolsonaro já fez essa leitura, se virem.

29 de novembro de 2018 09:16


Bozó-naro e seus filhos são tão mamadores de tetas governamentais quanto todos os outros merdas (inclusive do PT), não tem moral nenhuma pra mandar alguém "se virar" sozinho, nunca trabalhou na iniciativa privada na vida. Quem é sustentada por todos os estados é brazília, futuro lar de Bozó-naro que ROUBA 80% de tudo que o povo (de todo o brazil) produz.

O RS realmente deveria se separar do brazil o quanto antes, seria a melhor coisa que poderia acontecer, mandar PT-PMDB-PSDB ao raio que o parta. A gente "se vira" muito bem sem que nos suguem 80% da nossa produção, pode deixar.

Anônimo disse...

OS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS IRÃO SE ARREPENDER AMARGAMENTE E CHORARÃO DE SAUDADES DE SARTORI.
VÃO FICAR ATÉ 3 MESES SEM RECEBER SALARIOS.
PODEM ANOTAR.

Anônimo disse...

😂😂😂😂😂

Anônimo disse...

Esse rapaz é modelo?