The Guardian também ataca Bolsonaro

O jornal britânico The Guardian diz, hoje, que a eleição de Bolsonaro colocaria em risco a democracia no Brasil.

O jornal virou coadjuvante do #Elenão.

The Guardian nunca pensou igual em relação ao regime cleptocrático lulopetista.

28 comentários:

Anônimo disse...

A midia em geral é vigarista em quase todo o planeta.

Anônimo disse...

Vão se lascar, e que Bolsonaro 🇧🇷 vai acabar com a farra do nióbio, estao desesperados B17 😎👍

Anônimo disse...

E daí?

Anônimo disse...

Os ataques calculados a Bolsonaro ontem farão o Messias ganhar no primeiro turno.

Indecisos depois disso vão votar no Messias.

Anônimo disse...

Hey The guardian (Guardian of shit)
Mind your own business!

Anônimo disse...

Diz pra eles cuidarem do umbigo...Real deles!

Anônimo disse...

We don't want The Guardian, we want Bolsonaro 17 !

Anônimo disse...

O que essa gente quer é o Brasil bem atrasado ...

Anônimo disse...

Sem comentários!

Anônimo disse...

Com o petismo estaríamos com a democracia cleptocrata garantida.... kkkkkkkkk.....uma democracia de fachada.....kkkkk

Anônimo disse...

Os Corvos voam juntos a águia voa sozinha! Bolsonaro 17 Carmen Flores 170 Senadora do Rio Grande.

Justiniano disse...

Esse Guardian são os comunistas ingleses que odiavam a Margareth Tachter e logo será mais um ex-jornal impresso.

O mundo desses jornalistas europeus é apoiar comunistas e islâmicos, que depois reclamam quando estes matam colegas.

Vão levar no botão que nem o PT.

Anônimo disse...

O establishment esta desesperado. Seu projeto de poder esta em risco. Primeiro com Trump........

Anônimo disse...

Caro Políbio
Os comunistas da NOM, The Guardian incluso, são absolutamente contra o Bolsonaro, eis que acabará com a alegria deles, tal qual fez o TRUMP. Vamos que vamos! A decadente União Europeia tb é contra o Mito e a favor dos islâmicos. Que chose pavorreuse!
Esther

Anônimo disse...

O The Guardian como o Le Monde já foram bons jornais. Hoje sao representantes da esquerda liberal globalista, que financia o PT , uma esquerda fake, q promoveu concentração de poder economico, ezatamente o contrário do q prwga o socialismo.

Anônimo disse...

Eles acreditam que são os donos da democracia. Deve ser por causa da Raposa Serra do Sol essa história que passou batida promete...

Anônimo disse...

É a mesma falácia do The Economist que levou uma sova da American Greatness .

"Bolsonaro do Brasil ameaça ao Sistema Maligno"

"Há algumas semanas, The Economist publicou um artigo argumentando que Jair Bolsonaro, o candidato à presidência, é uma ameaça à democracia no Brasil.

Nenhuma outra prova é necessária para mostrar que The Economist, ao longo das décadas, passou de defensor destacado da liberdade política e econômica à fábrica de clichês globalistas.....um sinal claro de que a adesão da revista ao globalismo ...um fenômeno comum em todas as partes, o pensamento totalitário

O ex-capitão do Exército transformado em político é de fato uma grande ameaça, mas NÃO para a democracia. O atentado contra sua vida, perpetrado por um ativista de esquerda, na véspera do Dia da Independência do Brasil no mês passado, sinalizou que o sindicato do crime que administra o país está em pânico.

A candidatura popular de Bolsonaro baseia-se inteiramente em suas opiniões firmes na luta contra o crime. Sua postura é combater o crime em todo o seu espectro. Do crime “cotidiano”, como roubo e estupro nas ruas, crime organizado, que inclui o tráfico de drogas com suas ligações com as redes terroristas, o colarinho branco e a corrupção governamental. As muitas dimensões do crime que assolam o Brasil não constituem, neste ponto, esferas separadas, mas sim um sistema único e perverso de mal universal.

O crime, dentro e fora do governo, alimenta-se mutuamente, subsidia-se mutuamente, protege-se e propulsiona-se mutuamente, a ponto de, por fim, ser indistinguível. Há um continuum que vai de ladrões de rua a políticos de alto nível, passando por todos os tipos de atividades ilegais e suborno, assassinatos e violência, roubo de fundos públicos, tráfico de influências, manipulação de contratos públicos, compra e venda de atos legislativos e decretos governamentais. , orientação política de empréstimos bancários públicos e assim por diante.
Bolsonaro representa a ameaça mais séria já enfrentada por este sistema extremamente corrupto.
Esse mal está em toda parte. Perversão e emburrecimento de crianças por meio de doutrinação política e de gênero na escola é parte do sistema criminal. A criação artificial de questões raciais para dividir a sociedade como um meio de transformar as pessoas umas contra as outras e esquecer a catástrofe circundante faz parte do sistema criminal. Manter pequenas e grandes empresas dependentes do estado para empréstimos e contratos governamentais, forçando os donos de empresas a jogarem o jogo se quiserem para sobreviver, faz parte do sistema criminal.

A criminalidade do Brasil, sob todos os aspectos, está ameaçada pela primeira vez. A candidatura de Bolsonaro representa o único projeto político para dar esperança aos brasileiros, porque ele identifica e ataca corretamente o problema central. Nenhum outro candidato nesta eleição seria esfaqueado por seus pontos de vista.
Enquanto os outros contendores propõem aumentar o teto da despesa pública, ou prometer limpar o histórico de crédito do devedor, ou até mesmo repetir brometos inócuos sobre “desenvolvimento sustentável” ou “investimento em educação”, Bolsonaro abordou a questão do crime de frente. Assim, o único candidato que ameaça o crime está sob ameaça do sistema criminal. Somente o candidato que corajosamente vai às ruas entre as pessoas reais, dizendo sem medir suas palavras, sem medo de ser chamado de fascista, que enfrentará criminosos - só ele é esfaqueado com uma faca de 8 polegadas..."
Integra:
https://amgreatness.com/2018/09/22/brazils-bolsonaro-threatens-an-evil-system/

Integra:
http://aluizioamorim.blogspot.com/2018/09/exclusivo-em-portugues-site-americano.html

Bolsonaro 17 com a proteção de Deus.

Anônimo disse...

Jornais do mundo inteiro tem o mesmo posicionamento.
O problema é que Bolsonazi só assiste o William Bonner

Anônimo disse...

The Guardian! Take care of your decadent society while it is not islamised yet, motherfuckers!

Anônimo disse...

Em geral estes jornaizinhos americanos e europeus querem é apontar o dedo pro brasil pra desviar atenção do Trump, Marine Le Pen & cia.

Anônimo disse...

Don´t forget it The Guardian: One islamic knife is worth to 2 english pink asses!

Anônimo disse...

Calma querido Políbio !
O The Guardian está fazendo o jornalismo que sempre fez e está colocando "como sempre" todos os atores em cena...
É uma característica deles...
Não é nada especificamente contra o Bolsonaro...
Colocaram até um mapinha e a indicação de que entrevistariam pessoas somente na rota da cidade natal do presidiário até São Paulo... sabidamente reduto petista pelos bolsões de pobreza e assistencialismo para lá de oportunista , porque o dinheiro roubado foi desviado para bancos no exterior e não para a melhoria da vida destas pessoas...

Anônimo disse...

Sugiro que votem BOLSONARO 17 para Presidente e na representante gaúcha do PSL CARMEN FLORES 170 - Senadora pelo Rio Grande do Sul varonil. Eles merecem o seu voto!

GAÚCHO CONSCIENTE E BRASILEIRO DE ARREPIAR PELO NOSSO POVO.

Anônimo disse...


The Guardian / Alemanha = 247 / Brasil.

Anônimo disse...

Inglaterra ja foi dominada por bárbaros, romanos e atualmente indianos populistas, domingo é B17 na cabeça!

Anônimo disse...

Domingo dia 7 é Brasil 17, digo B 17. DE guardiam, Zé manés que se lasque.

Anônimo disse...

O theguardian tem que se preocupar com o Brexit as grandes corporações financeiras estão caindo fora de Londres, estão indo para Paris e para Alemanha.

Anônimo disse...

Who cares?

A midia britanica esta dominada por esquerdistas. Deviam se preocupar c/ o proprio umbigo.