Parlamentares brasileiros são os mais bem pagos da América Latina

O repórter Frederico Rivas, El País, edição em português, conta hoje que a crise econômica na América Latina atrai atenção para um problema antigo: a disparidade entre os ganhos dos parlamentares e o salário médio dos cidadãos que representam. O Brasil tem o maior rendimento para deputados e senadores da região, seguido de Chile, Colômbia e México. A Argentina não está no primeiro pelotão, mas está no centro da polemica da vez. A inflação de 40% prevista para este ano no país de Mauricio Macri não é um problema para seus deputados e senadores.

Leia a reportagem:

Num momento em que o Governo se nega a discutir reajustes salariais com os sindicatos, os parlamentares ganharão 47% a mais por seu trabalho no mês de outubro. A elevação se soma a outra, de 31%, aplicada em março, resultante de um acordo salarial envolvendo todos os funcionários do Congresso. Desta vez, porém, os legisladores não mexeram no seu salário básico, preferindo em vez disso até duplicar as verbas extraordinárias – para passagens aéreas, auxílio-moradia e gastos de representação, por exemplo. As cifras, definidas por consenso entre

CLIQUE AQUI para ler mais.

10 comentários:

Anônimo disse...

E os que mais roubam !!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

E ZERO RESULTADO.


GANHAM SUPER BEM PARA FICAR VOTANDO PROJETOS CONTRA O CIDADÃO DE BEM E A FAVOR DE LADRÕES, BANDIDOS E SAQUEADORES.

Unknown disse...

Nóis é campeão em tudo que é ruim...
êta trem bão!!!

Anônimo disse...

O POVO TEM NOJO DA CLASSE POLÍTICA! NÃO É' NECESSÁRIO DISCUTIR MAIS NADA , CHUTE NA BUNDA DELES FORA COM TODOS !!!!!!!!!

Anônimo disse...

#FORACOMTODOSOSPOLITICOS!

Anônimo disse...

Enquanto isso:
Os 10 países onde MAIS se trabalhou em um ano para pagar impostos em 2013:

1. Brasil: 2.600 horas ( é mais que o dobro do 2º colocado! )
2. Bolívia: 1.080 horas
3. Vietnã: 941 horas
4. Nigéria: 938 horas
5. Venezuela: 864 horas
6. Bielorrússia: 798 horas
7. Chade: 732 horas
8. Mauritânia: 696 horas
9. Senegal: 666 horas
10.Ucrânia: 657 horas

Os 10 países onde MENOS se trabalhou em um ano para pagar impostos em 2013:

1. Maldivas: 0 horas
2. Emirados Árabes Unidos: 12 horas
3. Bahrein: 36 horas
4. Qatar: 36 horas
5. Bahamas: 58 horas
6. Luxemburgo: 59 horas
7. Omã: 62 horas
8. Suíça: 63 horas
9. Irlanda: 76 horas
10.Seicheles: 76 horas

Fonte: Banco Mundial

Anônimo disse...

E o povo desempregado. Quem nos indeniza pela má gestão desses presidentes irresponsáveis? Assim como Dilma tem seus direitos, o povo também deve ter, pois nem emprego temos. Como vamos viver depois da quebradeira que ficou o país?

Anônimo disse...

É proporcional ao tamanho do território, população e complexidade dos trabalhos, nada contra, merece até mais desde tivesse zero de corrupção e melhores resultados.

PEDRO SA disse...

ACHO GRAÇA EM TUDO ISTO , PORQUE QUANDO FAZEM GREVE PRA PEDIR AUMENTO DE SALÁRIOS , COMO OS PROFESSORES E OUTRAS CATEGORIAS , NÃO PEDEM PRA DIMINUIR OU BOTAR NOS DEVIDOS LUGARES SALÁRIOS COMO ESTES AI E OUTROS COMO NO JUDICIÁRIO E LEGISLATIVO , PORQUE ESTES TIPOS DE SALÁRIOS ESTÃO RETIRANDO OS VALORES QUE PODERIAM DAR EM AUMENTO AOS QUE PRECISAM MAIS , POVO MUITO BURRO OU CONCORDAM COM ESTES ABSURDOS..........

Roberto disse...

Países e republiquetas de terceira destacam-se neste "quesito"! Quanto maior o atraso...