Governo diz que recessão deste ano será ainda pior do que se esperava

O ministério da Fazenda anunciou ontem revisão nas suas projeções para o ano que vem, reduzindo o crescimento do PIB de 1,6% para 1,0%. As projeções para esse ano também recuaram, de -3,0% para -3,5%. Segundo o secretário de Política Econômica, Fabio Kanczuk, essa revisão baixista se deve a uma percepção mais clara de endividamento das empresas e também à eleição de Donald Trump como presidente dos EUA, que poderia gerar depreciação da moeda brasileira frente ao dólar

A recuperação da atividade, em ritmo mais lento do que o inicialmente previsto, deve levar também a menos inflação. Assim, o governo revisou sua projeção de inflação de 2017 de 4,8% para 4,7%. 

Um comentário:

Façanha, o advogado do povo disse...

CULPA DA DILMA, LULA ET PETRALHAS.