Covatti Filho arrepia na noite de Washington

O deputado gaúcho Covatti Filho, PP do RS, continua dando explicações até agora em relação às peripécias que ele e dois colegas seus da Câmara, Irajá Abreu e Wilson Filho, protagonizaram durante uma missão oficial a um congresso na Georgetown University, em Washington, na semana passada.O seminário tinha como tema a meta da OMS para reduzir em 10% o consumo nocivo de álcool até 2025.

Os três deputados pareceram mais interessados nas delícias noturnas da capital americana do que nas palestras.

Um colega curioso com as peripécias das excelências quis saber os points que os baladeiros haviam visitado na noite anterior. Covatti mandou: 

- É mais fácil você perguntar onde nós não fomos.

Covatti filho informou que a viagem deles à missão oficial foi custeada pelos organizadores do evento, sem ônus para a  Câmara.

14 comentários:

Anônimo disse...

Passeia, deputado, passeia. Nem precisa voltar

Anônimo disse...

FOFOCA TÍPICA DA ESQUERDA PARA DENEGRIR OS DEMAIS. É A ESTÓRIOA DO POLITICAMENTE CORRETO. SE O CARA FOI LÁ, SEM GRANA NOSSA, NÃO FOI PRESO, NÃO, DEU SHOW, TUDO BEM. O RESTO É FOLCLORE.

Anônimo disse...

Quem vota numa nulidade dessas merece...o que esse cara estudou ou trabalhou de relevante? Nada...filho de politiqueiro politiqueiro eh...surpresa zero!

Anônimo disse...


Mesmo que os promotores tenham pago as despesas, dos ilustres representantes do povo, este patrocinadores vão exigir de suas excelências uma posição favorável aos seus interesses financeiros. Assim para agradar os provedores de suas baladas no exterior, não vão pensar no contribuinte na hora de gastar o dinheiro deste para favorecer seus amigos.
Desta forma, mesmo que o pagamento da bandalheira não tenha saído do erário, futuramente este será dilapidado em prol dos bondosos empresários.

Fernando disse...

Gente boa esse rapaz! Digno representante dos calhordas acéfalos.

sao paulo disse...

e a dilma q gastou 700 mil euros num restaurante em portugal, LEMBARM ?

Anônimo disse...



Filho de tigre nasce pintado. O que esperar com um DNA destes? Tem a quem puxar. O pior que gente da mesma laia os defendem e ainda votam para perpetuarem estes sobrenomes na vida pública.

Alberto disse...

Enquanto eles viajam (Van Hattem também) pouco fazem para o crescimento do RS, mas não tem problema, Jardelão do ICMS já voltou ($$$)!

Anônimo disse...

Folclórica é a postura de certos homens públicos

Anônimo disse...

Espero que tenha aprendido com quem sabe e venha ajudar o Brasil a ficar tão bom quanto são os EEUU.

Ps.: acho um tanto quanto patético a moda de mandar os filhos/estudantes para países desenvolvidos a título de "aprender a se virar", quando então trabalham apenas como baby sitter e ficam embasbacados com o que constatam por lá, sem a menor capacidade de compreender por que há tanta diferença entre eles e nós.
O pior é que até a petezada entrou nessa com o tal ciência sem fronteiras!
Se os alunos não conseguem aprender a somar e subtrair por aqui, vão aprender ciência de ponta lá? De onde tiraram uma ideia dessas?

Anônimo disse...

Me causa surpresa um tipo como esse ser eleito. Esperar que ele se preocupe com a crise do nosso pais e do nosso estado é demais!!! Cada um dá o que tem!!!

Anônimo disse...

Só quem não conhece a família Covatti pode estranhar isso.
Cavatti pai - envolvido nas falcatruas da Petrobras;
Covatti esposa - e suas consultorias na Assembléia;
E agora, Covatti filho e suas viagens com o dinheiro público.
Todos a espera do Covatti neto para seguir o caminho.
São todos do PSOL, né?

Anônimo disse...

O pior não é ele ter gastado o tempo se divertindo, mas ter gente que votou neste cidadão, esses são os culpados.

Anônimo disse...

Se a câmara fosse um local de gente séria, ele seria expulso