Zero Hora, em letras garrafais de página inteira, no caderno #32: "Eu apóio a destruição do Estado Islâmico"

Nas redes sociais brasileiras, o apoio aos terroristas do EI é aberto.


A capa inteira do caderno #32 do jornal Zero Hora publica apenas uma frase em letras garrafais, com fundo preto:

"Eu apóio a destruição do Estado Islâmico.

A assinatura é de Mohamad El Bacha, presidente da União Nacional Islâmica.

No miolo do caderno, uma entrevista de página inteira.

6 comentários:

Anônimo disse...

A imagem mostra "restauração", no título do post destruição.

Anônimo disse...

deviam para de comprar esse jornaleco e cancelar sua assinatura.

Anônimo disse...

Não acreditem nesse papinho da União Nacional Islâmica, o estado islâmico é criação da irmandade muçulmana internacional, é o bode na sala do mundo, já aproveitando para fazer uma faxina religiosa em vários países em pouquíssimo tempo! Não duvido que se os "muçulmanos do bem" junto com o ocidente, se realmente quisessem acabar com os malucos do estado islâmico, já o teriam feito, cortando o seu suprimento de armas, dinheiro e recrutamento!

...
"É inacreditável pensar que em apenas algumas décadas os objetivos da Irmandade Muçulmana estivessem tão próximos de darem frutos. É claro que tudo foi facilitado pelo fato de que a Civilização Ocidental já estava em processo de enfraquecimento pelo Relativismo Cultural (mais conhecido pelo termo "politicamente correto").

Uma outra visão pode ser resumida nas Sete Etapas Fáceis de como implantar um Califado Global como apresentadas no livro "Al-Zarqawi, al-Qaida Segunda Geração", escrito pelo jornalista jordaniano Fouad Hussein, após entrevistar alguns dos jihadistas mais procurados do mundo. O que segue foi retirado de um artigo publicado na revista alemã Spiegel, em agosto de 2005, intitulado The Future of Terrorism: What al-Qaida Really Wants, escrito por Yassin Musharbash."

-Primeira Etapa: A primeira fase conhecida como "o despertar" - isso já foi realizada e durou de 2000 a 2003, ou mais precisamente a partir dos ataques terroristas de 11 de Setembro de 2001 em Nova York e Washington até à queda de Bagdá em 2003...
-Segunda Etapa: A segunda fase conhecida como "Abrindo os Olhos" é o período de 2003 até 2006, período em que os terroristas esperam fazer a comunidade ocidental ciente da "comunidade islâmica"...
-Terceira Etapa: A terceira fase conhecida como "Surgindo e se levantando" e de 2007 a 2010. "Haverá um foco na Síria"...
-Quarta Etapa: A quarta fase entre 2010 e 2013, a Al-Qaeda terá como objetivo provocar o colapso dos governos árabes...
-Quinta Etapa: A quinta fase será o ponto em que um Estado islâmico, ou Califado, pode ser declarado. O plano é que, desta vez, entre 2013 e 2016, a influência ocidental no mundo islâmico será tão reduzida, e Israel tão enfraquecido, que a resistência não vai ser temida. Al-Qaeda espera que, em seguida, o Estado islâmico seja capaz de trazer uma nova ordem mundial.
-Sexta Etapa: A sexta fase, a partir de 2016 haverá um período de "confronto total." Assim que o califado for declarado o "exército islâmico" vai instigar a "luta entre os crentes e os não crentes", segundo os planos de Osama bin Laden.
-Sétima Etapa: A sétima fase, esta fase final é descrita como "vitória definitiva." Aos olhos dos terroristas, o resto do mundo estará tão impotente pelos "um bilhão e meio de muçulmanos", que o Califado, sem dúvida, terá sucesso. Esta fase deve ser concluída até 2020, embora a guerra não deva durar mais do que dois anos.
Me parece que estamos na quinta etapa. O que esperar da sexta etapa, que preve "luta entre os crentes e os não crentes"? Será seguida por uma "vitória definitiva"?
O que "vitória definitiva" significa? Implantação da Sharia a nível global, por exemplo, através da Organização das Nações Unidas?"
Acredito que não será tão fácil assim, mas tenham certeza que eles vão tentar!
http://infielatento.blogspot.com.br/2015/01/como-implantar-o-califado-global-em-sete-etapas-faceis.html

fred oliveira disse...

Quanto fanatismo: acreditar que Deus e' honrado com violencia, destruicao, sangue e explosoes...

Anônimo disse...

Nem li. Se está na Zero Hora é porque pode ser notícia plantada. Suas matérias não checam veracidade dos fatos.

Anônimo disse...

então é melhor retirarem o apoio dos EUA, e da OTAN, que manipulam o Estado Islãmico para derrubar o Estado Laico Ba'athista de Bashar al-Assad, aliado da Rússia e da China.