Arrecadação gaúcha do ICMS cresceu 4,8% nominais em março. No trimestre, ICMS já rendeu R$ 6,5 bilhões.

Mesmo ajustado pelo IGP-DI, portanto descontada a inflação, o resultado da arrecadação do ICMS gaúcho do mês de março cresceu, um avanço de 1,8% sobre o mesmo mês do ano passado, atingindo R$ 2,07 bilhão.

O crescimento nominal foi de 4,8%.

No primeiro trimestre, a arrecadação registrou crescimento nominal de 4,7% no trimestre e 4,8% no mês.

No trimestre, a receita acumulou R$ 6,5 bilhões.

Os dados, levantados neste final de manhã pelo editor, poderão sofrer ligeira modificação.

4 comentários:

Anônimo disse...

Cai por terra o discurso do Sartori/chorão de terra arrasada

Anônimo disse...

Dá-lhe Sartori! Mas Políbio, aposto que esse aumento foi principalmente graças a incompetência da petralha Dilma que fez a anergia aumentar uns 50%!

Anônimo disse...

E o que e sonegado?A Receita Estadual da Secretaria de Fazenda do Rio Grande do Sul (Sefaz-RS) encaminhou ao Ministério Público (MP) uma lista contendo 159 representações contra empresas apontadas por sonegação de ICMS, totalizando R$ 280 milhões entre o imposto que deixou de ser recolhido, mais multas e juros. As representações apontam indícios de crime contra a ordem tributária, a partir de um trabalho de auditoria fiscal realizado pelas delegacias de diferentes regiões do Estado.
Dados da Sefaz-RS apontam que cerca de 68% das representações são a partir de autuações em empresas do ramo industrial. O comércio varejista responde por 14% das ações fiscais para fins penais que serão encaminhados ao MP. Irregularidades de decorrentes de créditos indevidos relativos a adjudicações ilegais de créditos fiscais, créditos extemporâneos, créditos destacados em documentos inidôneos e outros não previstos pela legislação tributária estadual representam 83% dasrepresentações.

Anônimo disse...

Tava mentindo super secr fazenda Feltes.
Agora vão criá outra secretaria pra quem?
Ridículos...