La Nación denuncia o uso da técnica da mentira permanente como política de Estado.

Qual delas é a mais mentirosa ?

O jornal argentino La Nación escreve em editorial que a Argentina completará em 2015 três mandatos constitucionais consecutivos dominados pela falsificação, pela fraude e pelo abuso de poder. 

. O editor separou o texto ainda há pouco. 

. A semelhança com o caso brasileiro não é desprezível.

. Leia tudo:

O dia em que a história decidir descrever o governo, haverá um par de características que as evidências não deixarão margem para diferentes interpretações: a corrupção e a mentira.

Em relação à primeira, será a Justiça que vai finalmente trazer à tona os fatos que permitiram que um governante tivesse um descarado enriquecimento a partir do poder. Vale a pena parar na mentira, que devido a seus extremos de torpeza e falta de cuidado já é evidente aos olhos dos nossos cidadãos e do mundo. Em qualquer caso, a mentira oficial não é algo que requer mais provas do que as que já existem, só que há muitas pessoas que as ignoram, seja por apoio ideológico, interesse ou cooptação populista. Três mandatos constitucionais serão cumpridos sob o império da mentira, o que praticamente permitirá que seja qualificada como uma política de Estado.

CLIQUE AQUI para ler tudo. O texto é do jornal e está em espanhol.

Clique a seguir para examinar comentário do editor, intitulado O dia do acerto de contas com os mentirosos corruptos está muito próximo.

8 comentários:

Anônimo disse...

Dilma é tão mentirosa que até quando ela diz a verdade ela está mentindo e aí fica corada!

Anônimo disse...

Segue um artigo interessante para o Políbio e seus comentaristas:

O problema é maior que o Bolsonaro | Artigos JusBrasil
williamdouglas.jusbrasil.com.br/artigos/159634122/o-problema-e-maior

Anônimo disse...

Como explicar a omissão do TSE ou do MPF eleitoral ao constatarem, como todos constataram, as mentiras utilizadas exclusivamente por Dilma e pelo PT dos debates eleitorais? É admissível essa passividade verificada?

Anônimo disse...

A mentira, a vigarice, a incompetência e a roubalheira são as marcas desses comunas bolivarianos, e usando a grande mídia canalha como escudo e cortina de fumaça para esconder os seus crimes!
Com o TSE aparelhado e sendo presidido por um advogadinho petralha de porta de cadeia, a democracia já foi pro espaço, por esse motivo somente uma intervenção constitucional militar para acabar com essa destruição do país e colocar tudo novamente no seu lugar, mas o problema é que os milicos estão tão submissos, que dá a impressão que por baixo do uniforme verde oliva, já estão usando camiseta vermelha com a estampa do Che Guevara!

Anônimo disse...

O telefone! kkkkkkkkkk

Anônimo disse...

A velha a bruxa....

gineste disse...

SEGUNDA PERSONALIDADE e MENTIRA
Tem duas maneira de mentir: CONTAMINAÇÃO e INTOXICAÇÃO
Contaminação é dizer coisas verdadeiras e inócuas, sem valor, com mentira no meio bem disfarçada, a pessoa engole aquilo sem perceber e depois vai desencadeando o efeito gradativamente.
Intoxicação é a pessoa que mentiu o tempo todo em tal velocidade e com tal variedade que não dá pra discutir porque precisaria de uma enciclopédia. É assim que a Dilma consegue mentir com uma intensidade que não pára é uma média de quatro mentiras por minuto, como consegue fazer isso? não é uma posição política, ela não consegue controlar este processo, ela não está mentindo deliberadamente, não! ela se incorporou na máquina de mentir, ela já se transformou naquilo que é a segunda personalidade, então é claro que é um quadro psicótico e o delírio da interpretação.?

gineste disse...

SEGUNDA PERSONALIDADE e MENTIRA
Tem duas maneira de mentir: CONTAMINAÇÃO e INTOXICAÇÃO
Contaminação é dizer coisas verdadeiras e inócuas, sem valor, com mentira no meio bem disfarçada, a pessoa engole aquilo sem perceber e depois vai desencadeando o efeito gradativamente.
Intoxicação é a pessoa que mentiu o tempo todo em tal velocidade e com tal variedade que não dá pra discutir porque precisaria de uma enciclopédia. É assim que a Dilma consegue mentir com uma intensidade que não pára é uma média de quatro mentiras por minuto, como consegue fazer isso? não é uma posição política, ela não consegue controlar este processo, ela não está mentindo deliberadamente, não! ela se incorporou na máquina de mentir, ela já se transformou naquilo que é a segunda personalidade, então é claro que é um quadro psicótico e o delírio da interpretação.?