Santander demite seu vice de assuntos corporativos no Brasil

A charge ao lado é de Spoonholz.


O Banco Santander anunciou a saída do vice-presidente do banco no Brasil, Marco Antonio Martins de Araújo Filho, responsável pela área de assuntos corporativos.

. Foi outra rendição do banco aos protestos do governo Dilma e do PT, que não concordam com as análises econômicas feitas por subordinados do diretor demitido.

. Nesta quinta-feira, no jornal Valor, o ministro Admar Gonzaga, TSE, informou que os bancos podem produzir análises econômicas, mas não podem adjetivar. 

9 comentários:

Anônimo disse...

Governo ridículo. Será que vai querer demitir todos os correntistas que receberam a informação sobre a situação do país? Quando passam recibo desse jeito então a coisa é séria mesmo.
É o que se poderia chamar de contra-propaganda.

Mordaz disse...

O Banco está mostrando que se lixa para seus clientes e com a verdade.

Anônimo disse...

Deu na imprensa hoje:
Santander lucra 518 milhões no segundo trimestre no Brasil.
Isso que eles dizem que o Brasil está quebrando com a Dilma.

Anônimo disse...

Um banco tem de ser imparcial, sob pena de perder clientes da facção partidária que criticou e ainda sofrer represárias, princaipalmente quando fala mal de um Preisidente. Os outros bancos estão rindo sozinhos, um a menos para competir no MERCADO.

Anônimo disse...

O governo petista adota o projeto bolivariano exigindo a punição àqueles que tem opinião contrárias à política econõmica adotada por Dilma.o PT adota a censura e o terrorismo de quem pensa diferente.

Anônimo disse...

Bom saber que o Santander prefere ser simpático a comunista Dilma e ferrar os clientes. TÔ FORA!

Anônimo disse...

Preparando vaga para a Dilma.

Anônimo disse...

SANTANDER = PT.
NÃO SOU SÓCIO DO PT, LOGO NÃO QUERO TER CONTA NO BANCO DO PT.

Anônimo disse...

Deutsche Bank alerta CONTRA títulos brasileiros em virtude de eventual reeleição de Dilma Roussef !

http://transparenciapolitica.org/banco-alemao-alerta-investidores-para-risco-de-reeleicao-de-dilma-2/