Tarso renega político do PTB para a vaga de Busatto na secretaria de Obras

O governador Tarso Genro continua mantendo sub judice a atuação do secretário Luiz Carlos Busatto na secretaria estadual de Obras, fustigado pela Operação Kilowatt, desfechada pelo próprio governo e que resultou na demissão de assessores diretos do presidente estadual do PTB e na nomeação de um delegado petista da confiança do Piratini para vigiar os passos do secretário. 

. É que Tarso não aceitou a primeira indicação feita por Busatto para a sua vaga, já que ele sairá do governo no dia 20.

. O PTB foi obrigado novamente a engolir em seco e apresentou o nome do atual diretor técnico da CRM, o engenheiro Eduardo Medeiros.

. Antes de sair do cargo, Busatto terá que comparecer à Assembléia para falar sobre as acusações feitas pela Polícia no âmbito da Operação Kilowatt.

Um comentário:

Anônimo disse...

Mas o Busatto tem foro privilegiado, ele está dando a minha para essa operação. O que importa mesmo para ele e as centenas de cargo de confiança dele que vão a "viagem a trabalho" da secretaria de obras para fazerem politicagem com o dinheiro público descaradamente !!
CADE o TCE numa hora dessas !!