Osmar Terra irá terça ao Senado para falar mal do projeto de liberação da maconha apresentado pelo presidente Mujica.

O deputado gaúcho Osmar Terra irá nesta terça ao Uruguai. Ele prestará depoimento na audiência pública que o Senado resolveu abrir para discutir o projeto do governo que propõe a liberação da maconha.

. O deputado do PMDB, ex-secretário gaúcho da Saúde por duas vezes, é autor da Lei que institui medidas para o combate às drogas, como a internação involuntária de dependentes químicos e a ampliação de pena para traficantes, Terra foi convidado pelo senador Alfredo Solari, presidente da Comissão de Saúde Pública.

7 comentários:

Anônimo disse...

O OSMAR É DO pmdb, LOGO NÃO TEM CREDIBILIDADE, PORQUE APÓIA O PT.

Anônimo disse...

Políbio,

Espero que o Terra tenha sucesso!!

Conheço muito bem a realidade uruguaia e a legalização vai acabar com o país no médio prazo.

Este projeto é a explicitação da Esquerda Latino-americana sobre sua INCOMPETÊNCIA!!

JulioK

Anônimo disse...

JulioK, a legalização do álcool acabou com algum país? Muito pelo contrário, a bebida alcoólica só é proibida nas nações mais atrasadas do planeta. Proibir a maconha só serve pra torrar dinheiro público inutilmente no combate a mesma e abrir mão da arrecadação de impostos, ou seja, o tesouro nacional perde pelos dois lados.

Anônimo disse...


ESTES PODRES Q ALIMENTAM ESTE PROJETO, TEM Q APODRECER NA FILA DO INSS,

Anônimo disse...

O Senado do Uruguai já chmaou para depor FHC, do PSDB, aquele que defende a liberação da Maconha. Apenas para contrapor o Dep Osmar Terra, rssss.

Anônimo disse...

O presidente do Uruguai disse que liberando a maconha libertaria o cidadão da mão do traficante, ótimo, mas depois o governo alem da maconha vai oferecer cocaina e crak?
Algumas coisas tenho certeza, os traficantes vão migrar para roubos e assaltos, o Estado vai criar uma geração de zumbis e os hospitais vão entupir de viciados.
Isso tudo sai mais caro que os impostos arrecadados. Quanto ao alcool, 30% das mortes em acidentes são provocados pela bebedeira e um percentual muito grande de brigas e mortes, não sei quanto aos lares desfeitos.
Não sou contra o alcool, até mesmo vez que outra tomo uma cerveja ou um vinho.



Eduardo menezes

Anônimo disse...

A liberação das drogas pelos governos da esquerda de mansão
é o pagamento aos traficantes pelo apoio financeiro que tiveram para se eleger, Com o tempo é possivel que surja a bolsa maconha