Joaquim Barbosa irrita-se com regalias dadas aos mensaleiros e muda juiz da execução criminal de Brasília

Nesta reportagem de Severino Motta, a Folha de S. Paulo informa neste domingo que o juiz da VEP (Vara de Execuções Penais) de Brasília Ademar Vasconcelos não é mais o responsável pelo processo do mensalão. Em seu lugar ficará o substituto Bruno André Silva Ribeiro. Leia tudo:

A ida do ex-presidente do PT José Genoino para a casa de um familiar na manhã deste domingo logo após receber alta do hospital em que estava internado já foi comandada por Ribeiro.
Ele inclusive estabeleceu uma série de condicionantes para a permanência de Genoino em casa.
Conforme a Folha apurou, Genoino não poderá sair nem dar entrevistas no período em que estiver na casa de familiares em Brasília. Ele deve permanecer no local até que a junta médica que o examinou dê um parecer ao STF (Supremo Tribunal Federal) e o presidente da corte, Joaquim Barbosa, decida se ele cumprirá pena na Papuda ou em prisão domiciliar.

A substituição de Vasconcelos, de acordo com fontes do STF, teria acontecido ainda na sexta-feira. Isso porque, nos últimos dias, diversas ações do juiz teriam irritado Barbosa, que deixou clara sua insatisfação para o TJDF (Tribunal de Justiça do Distrito Federal).

CLIQUE AQUI para saber mais. 

14 comentários:

Anônimo disse...

O editor tem preguiça de escrever?
Passa o dia inteiro no Control C + Control V.

Anônimo disse...

POR ENQUANTO VOTO NELE,tomara que não seja teatro, mas se ele enjaular estas "figurinhas" E O CHEFE DA QUADRILHA, LARGO O SERVIÇO E VOU AJUDAR EM CAMPANHA.

CHEGA DE BAGUNÇA,DESORDEM,REGRESSO.

CHEGA,CHEGA!

ATÉ NO PARAGUAI TIRARAM UM CORRUPTO DE ESQUERDA, EQUIVALENTE A "PETRALHA" DAQUI.

O POVO DE LÁ NÃO DEIXA MAIS OS CORRUPTOS CONDENADOS ENTRAREM EM RESTAURANTES E AMEAÇAM O DONO DE IREM EMBORA SEM PAGAR
TEATRO,CINEMAS SÃO INTERROMPIDOS,VAIAS E OS COMPROVADAMENTE LADRÕES NÃO MAIS PARTICIPAM DA VIDA SOCIAL,DEFENESTRADOS PELO POVO ROUBADO,QUE EXPULSA E REPELE.

E FALAM MAL DO PARAGUAI, ÚNICO PAÍS QUE HONROU A SUA CONSTITUIÇÃO,DEPOS O PETRALHA DELES E ELEGEU UM NOVO PRESIDENTE.

PORQUE NÃO DIVULGAM A EXEMPLAR PUNIÇÃO?

PORQUE NÃO DIVULGAM A EXEMPLAR PUNIÇÃO?

POLÍBIO É DE CONTAR E RECONTAR O QUE LÁ SE PASSOU E SE PASSA COMO EXEMPLO.

NO SEU BLOG PODE DIVULGAR O EXEMPLO, OS PATRALHAS PETRALHAS
ENLAMEARAM NOSSO PAÍS,NÃO TEMOS ORDEM,PROGRESSO,RESPEITO,SEGURANÇA,GOVERNANTES MENTEM INTERNACIONALMENTE E SE JUNTAM COM TERRORISTAS,ASSASSINOS DA PIOR ESPÉCIE,...

BARBOSA DEVE VIR POR AÍ,SIM, OU TEMOS OUTRA ALTERNATIVA MELHOR.

SUA HISTÓRIA DE VIDA SERVE,SEU TRABALHO O CREDENCIA.

PELO MENOS NÃO CORTOU NENHUM DEDO NEM SE FINGE DE DOENTE ,COMO COVARDES , PARA PASSAR BEM AS CUSTAS DE UM POVO POBRE, AS CUSTAS DA DOENÇA, DA EDUCAÇÃO DESTRUÍDA.

Anônimo disse...

Mais uma vez o PT tenta esculhambar as instituições, é sua indole, são contra tudo, só eles prestam.
Tá mais que na hora dessa gente ser varrida da política no Brasil !

Anônimo disse...

Eu tenho vergonha de ser formado em direito, pois primeiro não consegue acabar o julgamento, depois o cumprimento da pena é dificílimo. As semelhanças com a Venezuela são totais, espero que a democracia ainda continue neste país e não seja a democracia do PT.

Anônimo disse...

“Para ex-governador de São Paulo, poder Judiciário 'não pode ser instrumento de vendeta'

Redação, RBA

O ex-governador de São Paulo Cláudio Lembo é mais uma voz dos setores conservadores da sociedade a também manifestar repúdio pelas arbitrariedades do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, contra os condenados na Ação Penal 470, o processo do mensalão.

Lembro criticou a maneira com Barbosa determinou as prisões dos réus, desconsiderando seus direitos e obrigando um deles em particular, o deputado federal José Genoino, a ficar quase uma semana encarcerado com graves problemas de saúde.

“Foi constrangedor, um linchamento”, disse o ex-governador ao programa É Notícia, da Rede TV, segundo a página da emissora na internet. O programa vai às 0h30 de segunda-feira (25).

Lembo disse ainda que as ilegalidades da prisão podem levar ao impeachment de Barbosa. "Nunca houve impeachment de um presidente do STF. Mas pode haver, está na Constituição. Bases legais, há (...).O poder judiciário não pode ser instrumento de vendeta", afirmou.”

Jaco do Morro Belo disse...

Qual o Petista que não gosta de mordomia. Até no presidio eles querem tratamento diferenciado.
Um dia esta moleza vai terminar.

Anônimo disse...

Jornal Zero Hora:

Novo juiz de penas do mensalão é filho de membro do PSDB...

Ex-deputado distrital Raimundo Ribeiro, no entanto, descarta atuação política do filho

O ex-deputado distrital e membro da executiva do PSDB no Distrito Federal, Raimundo Ribeiro, afirmou neste domingo que não vê interferência política entre sua atuação e a de seu filho, o juiz Bruno André Silva Ribeiro, que substituiu o titular da Vara de Execuções Penais (VEP) Ademar de Vasconcelos na execução das penas dos condenados no processo do mensalão. A substituição dos juízes foi consumada neste domingo.

— Cada um tem a sua atuação e a gente conhece bem as regras que devem ser cumpridas — afirmou.

Uma das primeiras medidas de Bruno Ribeiro foi criar restrições para a prisão domiciliar temporária do petista José Genoino, além de proibi-lo de dar entrevistas.

No sábado, o portal Estadão.com revelou que o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, estava descontente com a atuação de Vasconcelos com os réus do mensalão. O ministro não escondeu a insatisfação com o titular da VEP desde o início. Ele atribuiu ao juiz do DF a responsabilidade pela demora na concessão de prisão domiciliar a Genoino. De acordo com a assessoria do STF, Ademar de Vasconcelos teria dito que o estado de saúde do ex-deputado era bom. Horas depois, Genoino sentiu-se mal e foi transferido para o hospital.

Raimundo Ribeiro disse também que o filho recebeu um telefonema na manhã deste domingo e saiu de casa antes do almoço de família. O pai disse, no entanto, não saber o teor do telefonema e tampouco se o filho havia sido chamado para assumir a responsabilidade pela execução penal no processo do mensalão. Ele justificou que não fala sobre trabalho com o filho nos encontros familiares semanais.

carla disse...

é por essas e por outras quero barbosa para prsidente......

Anônimo disse...

Presidente da corte, Joaquim Barbosa deveria ser Hengenheiro.e não Juiz porq nós final veremos como ele está a serviço do PT...fique atento...

Anônimo disse...

O petralha das 07:44 escreve engenheiro como "Hengenheiro"...

PQP...

É dose pra mamute...

Anônimo disse...

Associação de juízes
denuncia canetaço
de Barbosa:

“Na Constituição que eu tenho aqui em casa Presidente do Supremo não pode usar o canetaço”

Saiu em O Globo:

Presidente da AMB critica Barbosa por ‘canetaço’ na substituição de juiz do DF

João Ricardo dos Santos Costa diz que troca de funções de magistrado não pode ser política
‘Pelo menos na Constituição que eu tenho aqui em casa não diz que o presidente do Supremo pode trocar juiz num canetaço’
Após desentendimento com Barbosa, juiz de execuções penais do DF não atua mais no caso dos condenados do mensalão

PORTO ALEGRE – O presidente eleito da Associação dos Magistrados do Brasil (AMB), João Ricardo dos Santos Costa, criticou nesta segunda-feira em Porto Alegre o afastamento do juiz de execuções penais de Brasília, Ademar Vasconcelos, do caso dos condenados no mensalão e disse que a entidade não vai tolerar “atentados contra a liberdade” da Justiça. Santos Costa disse que não há previsão constitucional para a substituição do magistrado de suas funções e ironizou a decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa:

- Pelo menos na Constituição que eu tenho aqui em casa não diz que o presidente do Supremo pode trocar juiz, em qualquer momento, num canetaço – disse.

Anônimo disse...

Não é só o Ministro Joaquim Barbosa que anda irritado, é o mundo que está irritado com essa situação.Até os presos da Papuda e seus familiares ficaram P da vida com as mordomias.

Anônimo disse...

Todos brasileiros que se presem e querem para seus filhos um país onde prevaleça a honestidade e que vença o poder do trabalho e o mérito de cada um, deve se conscientizar e divulgar que todos são iguais perante a LEI e se o indivíduo roubou o estado, (dinheiro do povo), deve ir para a cadeia e devolver o que roubou, (pois é o que falta para a saúde e educação), PAU NELES.

Anônimo disse...

Regalia foi a reforma do banheiro do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, que custou aos cofres públicos R$ 90 mil. O material de “primeira qualidade” será usado para reformar os quatro sanitários de seu apartamento funcional.