Com juros básicos mais altos, poupança volta a ser atraente

Os analistas financeiros de Leandro & Stormer, Porto Alegre, com os quais o editor conversou ontem a noite, consideram que o novo aumento da taxa básica de juros muda o cenário para quem investe e aplica no mercado financeiro.

. A taxa Selic aumentou pela terceira vez seguida e foi para 8,5% ao ano, mas o mercado estima que três novas altas ainda poderão ocorrer este ano.

. O governo tenta conter a inflação de qualquer modo (leia artigo a seguir), que já superou (6,7%)  o limite superior da meta traçada (6,5%). Isto se dá não apenas pelo aumento dos juros básicos, mas também pelo controle dos gastos e elevação consequente do superávit primário do setor público, que deverá emplacar 2,3% este ano.

- Com a taxa de 8,5% na poupança, a caderneta de poupança se revela uma boa alternativa neste momento. Os novos depósitos rendem 70% da Selic mais TR (Taxa Referencial).

Nenhum comentário: