Produção industrial não reage. Previsões são pessimistas para 2012 e 2013.

A queda na produção industrial brasileira em setembro reduziu o otimismo dos empresários, embora os indicadores permaneçam acima de 50 pontos.  Em outubro, o índice de expectativa de demanda para os próximos seis meses caiu 2,9 pontos em relação a setembro e ficou em 56,9 pontos.

. A recuperação da produção industrial não vai no ritmo que o governo desejava e anunciava.

. Existem setores industriais que trabalham com dados muito ruins para 2012 e 2013.

. Setembro foi um mês difícil para a indústria.

1) O índice de produção caiu para 47,1 pontos.
2) A utilização da capacidade instalada em relação ao usual recuou para 43,8 pontos
3) O número de empregados ficou em 49,6 pontos. 

. A situação foi ainda pior para as médias empresas. Nas indústrias desse porte, a produção caiu para 46,2 pontos, o número de empregados recuou para 47,9 pontos e a utilização da capacidade instalada em relação ao usual alcançou 42,6 pontos. . Os indicadores da pesquisa variam de zero a cem. Valores abaixo de 50 são negativos.

Estoques - Pela primeira vez desde abril de 2011, o nível de estoques da indústria brasileira ficou muito próximo do planejado pelos empresários. O indicador de estoque efetivo em relação ao planejado caiu 1,2 ponto em setembro na comparação com agosto e  alcançou 50,6 pontos.

. Isto foi o que informou nesta terça-feira ao editor a CNI, aoenviar sua  Sondagem Industrial.

. O indicador varia de zero a cem. Valores acima de 50 indicam estoques acima do planejado pelos industriais.

. É uma boa notícia.

. Com o aumento da demanda, o industrial poderá aumentar a atividade que está muito baixa por conta do longo período de estoques elevados. Com o reaquecimento da atividade industrial, o emprego se manterá e até pode crescer no médio e no longo prazo. Na medida em a atividade for voltando aos níveis normais, haverá a retomada do investimento.

5 comentários:

Anônimo disse...

Políbio,

A Renault vai dar férias de 8 semanas (dois longos meses) na fábrica do Paraná!!!

Só o idiota(não dá para falar outra coisa) do Mantega consegue ver que já estamos com crescimento de 3,5%!!

2013 será igual ou pior que 2012!! É só olhar para fora do Brasil!!!!!

JulioK

Anônimo disse...

pois eh, ja li o Manteiga, DE NOVO!, fazendo aquelas previsoes tresloucadas dizendo que ja estamos a 3,5%...

os caras vem enrolando o povaréu atolesmado ha, no minimo, uns 6 anos...

como eh tolerante com o petismo esse povo...

antes nao toleravam nem um ou dois meses de crescimento pífio...

era pau no FHC dia e noite...

agora ja vamos pra quatro anos de crescimento medíocre e nada, todo mundo de bico calado e elegendo petista pelo pais afora...

Daniel disse...

E O CAOS, ANONIMO IMBECIL. SO UM JORNALEIRO IDIOTA CONSEGUE ENTENDER QUE O VOLUME DE RECURSOS, VIA IMPOSTOS, AUMENTO E A PRODUCAO NAO. ESTE CALCULO DEVE SER COISA DE HISTORIADOR, NE? MAS SE AINDA ASSIM O CAOS CONTINUAR, JORNALEIRO, CHAME O FHC PRA GERIR O CAOS. POIS ELE E TAO COMPETENTE EM CAOS QUE NO GOV DELE O PAIS QUEBROU TRES VEZES. VC LEMBRA, NE?

Biriva do Cerro do Tigre disse...

O mundo vai crescer e o país vai estagnar. Esses picaretas dos petralhas, ficam toda hora refazendo quanto vai crescer o PIB, pegue os últimos seis meses e veja quantos prognósticos foram feitos e nenhum acertou. O certo que o Brasil deixou de ser o país para investimento, hoje México e Colômbia com toda violência cresce a 4% e continuará crescendo, enquanto aqui com essas medidas demagógicas de isentar IPI e mais puta que o pariu, vai cair o comércio. Outro fator que o governo já perdeu as estribeiras foi a tal índice de inflação, tanto que o índice da FGV já registra 9% no acumulado do ano, ou seja estamos próximos dos dois dígitos. Esse é o motivo do governo não aumentar os combustíveis, porque sabe, com perdão do trocadilho, é combustível para aumentar a inflação.

Anônimo disse...

Como é editor é pé friu e o que ele quer acontece o contrario, cuidado para sua "empresa" não ser uma das que vão quebrar.

Com olho grande é assim que acontece.