Chile está sem condições de segurança. Marcel desiste de viajar a Santiago.

O deputado federal gaúcho Marcel Van Hattem desistiu de viajar esta semana para o Chile.

Não há mais condições de segurança em Santiago.

16 comentários:

Anônimo disse...

As esquerdas, comandadas pelo Lula e a sua gangue de cafajestes do fórum de São Paulo estão fazendo do Chile o trampolim para novamente se tentar implantar o comunismo em toda a América Latina, ou seja, ou se dá cabo novamente desses sem-vergonhas com as suas costumeiras quebradeiras ou revoluções vão ter de novamente começar a pipocar para se poder salvaguardar as populações de cada uma das nações a serem infiltradas e desorganizadas pelos ladrões e canalhas. Como já colocaram gente sua nas mais altas cortes de justiça de cada país, conforme preceitua a cartilha do já referido fórum, ou se parte para antecipar as ações de disparar uma bazuca no rabo desses vigaristas ou a vaca vai literal e efetivamente para o brejo. Simples assim !

Flávio Paranhos disse...

Marcel cagão! Como sempre.

Marcelo disse...

Muito estranho. Estive lá em agosto. Não tinha nem uma vírgula fora do lugar. Logo depois, as coisas desandaram...Para mim, essa crise é artificial. Coisa de comunistas e seus black blocks....

JORGE LOEFFLER .'. disse...



Mais um cagão. Quando ocupava vaga na AL/RS corria todas as semanas para pousar de “papagaio de pirata” quando tratavam do golpe contra a Presidente Dilma.
Sempre fez seus passeios com o dinheiro dos contribuintes. É mais um bundão.

Anônimo disse...

Ué, tá com medinho?
Viva o estado mínimo!

Joel Robinson disse...

BOA VIAJANDO E O ESTADO NA #ERDA. VAI FAZER O QUE NO CHILE? COMPRAR VINHO?

aparecido disse...

Vai pra Bolivia que tá uma beleza...a coisa pegando fogo nos vizinhos e o rei Toffoli I pondo gasilina na fogueira...

Anônimo disse...

País de índios amestrados, tapado de venezuelanos, os poucos alemães que lá vivem não tem chance alguma.

Anônimo disse...

a gazela empedernida, fica?

Anônimo disse...

Experimente ir lá e matar alguem no trânsito e fugir para ver o que acontece

Anônimo disse...

Podia ter ido e ficado por lá! Aqui não faz falta.

Anônimo disse...

Jorge, como velhusco mortadela devias ter mais respeito com a Dilma, que era PRESID'ANTA!
Vais perder pontos com o teu partido-quadrilha, e daí para seres envolvido em delações não é impossivel!

Anônimo disse...

Fez bem.Lamento que o Chile, esse belo país, esteja nesta situação. A esquerda é a mesma em todo mundo, não consegue ver um país próspero e desenvolvido. São como uma nuvem de gafanhotos crués, sem limites e uma militância feitos de "idiotas úteis". Quem conheceu os países europeus, Polônia, Ucrânia,a antiga Alemanha Oriental etc sabe como funciona.
E tem gente que ainda não acordou. Acredita que o afastamento de Dilma foi golpe, só desenhando e olhe lá.Dá pena.


Anônimo disse...

Fez bem.Lamento que o Chile, esse belo país, esteja nesta situação. A esquerda é a mesma em todo mundo, não consegue ver um país próspero e desenvolvido. São como uma nuvem de gafanhotos crués, sem limites e uma militância feitos de "idiotas úteis". Quem conheceu os países europeus, Polônia, Ucrânia,a antiga Alemanha Oriental etc sabe como funciona.
E tem gente que ainda não acordou. Acredita que o afastamento de Dilma foi golpe, só desenhando e olhe lá.Dá pena.


Anônimo disse...

Huumm! Passeios com dinheiro público?
Se comparado com a senhora ex-guerrilheira o deputado é um santo.

Em 2018, quando o maior ladrão da história, estava na cadeia e que deveria continuar preso foi noticiado:

"A Presidência da República ainda não sabe o que fazer com as prerrogativas de ex-presidente de Lula, agora que sua prisão foi decretada. As regalias incluem dois carros oficiais, auxílio-moradia, oito assessores, segurança pessoal e uso ilimitado de cartão corporativo. A Secretaria de Comunicação informou que a consulta, encaminhada à área jurídica do Planalto, somente será respondida segunda-feira (9). A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Os privilégios de Lula custam mais de R$ 1 milhão por ano. Ele também tem direito a passagens aéreas e até a assistência à saúde.

O maior gasto de um ex-presidente em um só ano, sem surpresa, é o de Dilma Rousseff (PT) em 2017: mais de R$1,4 milhão."
Fonte
https://diariodopoder.com.br/planalto-ainda-nao-sabe-se-vai-manter-regalias-do-ex-presidente-lula/


Anônimo disse...

Para mim, esse foi uma decepção. Não ganha mais meu voto!