Acordo sobre nova divisão de dinheiro da cessão onerosa do pré-sal irá a votação esta tarde

O Congresso fecho, ontem, o acordo em torno da divisão dos recursos do excedente do pré-sal, a chamada cessão onerosa. O acordo foi feito entre os congressistas, prefeitos, governadores e governo federal, além de Petrobrás. o governo do RS poderá ficar com pelo menos meio bilhão de reais.

O acerto – que ainda precisa ser formalizado – reequilibra a divisão do bolo.

Os municípios ficarão com um montante mais vantajoso, que leva em consideração o Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Os estados, também – em especial os do Norte e do Nordeste, e não apenas os tradicionais produtores e exportadores.O óleo extra agora contabilizado irá a leilão no dia 6 de novembro – 14 empresas de 11 países estarão na disputa – e o governo espera arrecadar até R$ 106 bilhões.Desse montante, R$ 33 bilhões vão para a Petrobras, R$ 49 bilhões para a União, R$ 2 bilhões para o Rio de Janeiro e R$ 22 bilhões para estados e municípios.

O texto final combinado entre as lideranças partidárias, será convertido em projeto de lei, que tem votação agendada para hoje na Câmara e na próxima terça-feira  no Senado.



6 comentários:

Anônimo disse...

Ouço esse tró-ló-ló desde quando se falou de pré sal pela primeira vez. O Rio de Janeiro recebeu Royalties de Petroleo desde sempre,uma fortuna, continua recebendo, pesquisem como está a situação dos Municípios recebedoresde Royalties e do Estado do Rio de Janeiro.Essa dinheirama vai pulverizar por esse Brasilzão e a grande maioria vai evaporar, raras exceções utilizarão bem esse dinheiro.Veja o Municipio de Coari que recebe Royalties do Poço de Urucu no Amazonas, como está o municipio?

Anônimo disse...

O Norte e Nordeste sempre privilegiados. Com mais esse privilégio, podem liberar o RS de mandar sua cota. Nós precisamos de dinheiro, que produzimos ,que Brasilia confisca e nada retorna para ca.

Anônimo disse...

Sul do Lula.

Que piada é essa Boso???

Não vai trocar o nome???

O que é o amor!!

Anônimo disse...

E as plataformas que entraram em manutenção e ou vão ser desativadas ou desmanchadas, ninguém fala nada???

Iguinácio disse...

E a Marinha como fica?
Tudo muito bonito, mas uma potência aparentemente amiga poderá dizer que as reservas estão em águas internacionais, coloca suas plataformas e seus navios, como ocorre no Mar do Sul da....
E aí?
Vamos pedir ajuda dos EUA?

Anônimo disse...

Esse negocio de pre sal é pra manter a expectativa e enganar os trouxas, anonimo 13:40

unica solução é 'o sul é o meu país'

www.sullivre.org