Sebastião Melo e Ostermann pedem suspensão da venda de ações do Banrisul

Os deputados Sebastião Melo, MDB, e Fábio Ostermann, Novo, defenderam, hoje, a suspensão da venda de ações do Banrisul por parte do seu controlador, tudo porque nenhum representante do governo compareceu à audiência pública convocada para discutir o negócio. O governo alega que a CVM proíbe falar sobre o assunto, mas a informação foi negada por Débora Morsch, que também foi à reunião.

Sebastião Melo pediu nova audiência, oportunizando o comparecimento das autoridades estaduais. O que ele mandou dizer ao editor:

- Queremos respostas para duas questões: qual o preço das ações e para onde vai o dinheiro ?

O ex-presidente do Banrisul, Mateus Bandeira, autor de ação popular que quer impedir a venda, compareceu à audiência e reafirmou que a venda da forma como é proposta - oferta pulverizada de ações - vai dar prejuízos de R$ 4,2 bilhões.

3 comentários:

Anônimo disse...


Audiência pública ... onde ?

Quando ??


Anônimo disse...

É como aquele papinho podre do banco é nosso, a luz é nossa, a água é nossa...

Anônimo disse...

QUARTA, 4 DE SET NA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA - Comissão de Economia, Desenvolvimento Sustentável e do Turismo

al.rs.gov.br/agenciadenoticias/destaque/tabid/855/IdMateria/318147/Default.aspx