Glenn Greenwald diz que jornalista que enganou Heloísa Bolsonaro é corrupto

Glenn está furioso porque mexeram com a família ou porque mexeram nas contas bancárias ?

Ontem não foi mesmo um bom dia para o repórter João Paulo Saconi e também para a repórter Juliana Dal Piva, ambos de O Globo, chamados de corruptos pelo advogado Glenn Greenwald, editor do site sujo The Intercept, tudo por terem revelado que o Coaf identificou movimentações atípicas de R$ 2,5 milhões nas contas do cônjuge do americano, o deputado federal David Miranda.

João Paulo Saconi é o repórter que se fez passar por gay, omitiu seu nome completo para ser aceito como cliente e violou a intimidade profissional da psicóloga Heloísa Bolsonaro (leia nota a seguir).

Glenn usou o You Tube para dizer que David Miranda não é corrupto:

- Corrupto são os dois repórteres e os procuradores do Ministério Público.

A Asssociação Brasileira dos Jornalistas Investigativos, que no caso dos hackers defendeu Glenn, ondem criticou-o severamente por fazer acusações sem prova alguma.

15 comentários:

Anônimo disse...

Tá dando razão para a esposa do Eduardo Bolsonaro. Uma coisa é jornalismo investigativo que o Glenn pratica, outra coisa é jornalista se passar por Gay para fazer um consulta e levar a público teor da consulta.

Anônimo disse...

O idiota do jornalista conseguiu mesmo foi fazer algo impossível de se imaginar, qual seja, unir Bolsonaro e o GreenWald, isto sim ! Evidente que o GreenWald pouco está se lixando se acusam ou não o maridão de corrupto, principalmente aqui no Brasil, onde ser corrupto é até sinal de se ser sabido e inteligente, ou seja, pela maneira como já se acostumou a agir, está mesmo parecendo é que apenas está se aproveitando do contexto para então passar a ideia de que é tão justo que até não concorda com a pilantragem do jornalista feita com um Bolsonaro, ou seja, está é mesmo parecendo que o quer é se achegar ao Bolsonaro, caso contrário nada falaria e, principalmente, com tanto ímpeto ! Freud explica essas bravatas !

Anônimo disse...

Então, ele, a esposa do Eduardo Bolsonaro e o próprio Eduardo.

Anônimo disse...

E o editor é a favor da sacanagem que o jornalista fez com a esposa do Eduardo Bolsonaro?

Anônimo disse...

Briga de facção, só isso.

Anônimo disse...

Então o jornalista que fez a materia com a esposa do Eduardo Bolsonaro é um dos que fizeram sacanagem com David Miranda?

No caso de David Mirando e do proprio Glenn o Juiz negou o quebra do sigilo bancário e fiscal, mesmo assim Glenn publicou um video dizendo a conta da familia é publica e está na internet, ou seja, abriram o sigilo fiscal e bancário por conta, sinal que nada devem.

Anônimo disse...

Tanto no caso da esposa do Eduardo Bolsonaro e do David Mirando a globo não fez reportagem.

No primeiro caso, ludibriaram a boa-fé da esposa do Eduardo Bolsonaro


No segundo caso, não se dignaram a fazem uma pesquisa no google porque o The Intercept informa no seu site quem é a empresa mantenedora e seus financiadores, a mantenedora tem no seu site links para todos os seus relatórios financeiros apresentados ao Departamento do Tesouro e quanto paga à empresa de Glenn e David Miranda, que por sua vez é declarada, ou seja, pesquisa fácil, se o jornalista estivesse interessado em fazer jornalismo, constataria que os valores que publicaram são na verdade uma fração da nossa renda familiar do casal.

Anônimo disse...

Viados dum lado, jornalistas safados de outro, esquerdalha sabotando...

Anônimo disse...

Protegido pela Lava Jato, Álvaro Dias detona Bolsonaro por troca de comando na PF:

​ 14 setembro, 2019

Da coluna de Tales Faria no UOL:

A saída iminente do diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, já é objeto de críticas de defensores da Operação Lava Jato.

Líder do Podemos no Senado, o paranaense Álvaro Dias é um dos políticos mais próximos do ministro da Justiça, Sérgio Moro, e do relator dos processos da Lava Jato no STF (Supremo Tribunal Federal), Edson Fachin.

Segundo ele, Bolsonaro é um integrante do Centrão, grupo de partidos de centro que o presidente chamava de “velha política” e controla as votações no Congresso. Para o senador, o governo está cometendo “retrocessos imperdoáveis ” com o afastamento de Valeixo, além do ex-secretário da Receita Federal Marcos Cintra e do ex-presidente do Coaf.

Para o senador, o governo está cometendo “retrocessos imperdoáveis ” com o afastamento de Valeixo, além do ex-secretário da Receita Federal Marcos Cintra e do ex-presidente do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Fiscais) Roberto Leonel.

(…)

José Corrêa disse...

Greenwialldo gosta de atacar os outros, mas não gosta que mostrem seus podres!!!

Típico padrão eskerdopata!!!

Anônimo disse...

Polibio quem garante que esses baitolas não tão comendo esses gurizinhos

Cris disse...

Não existe violação de intimidade profissional...
Existe violação de intimidade (pessoal)...
Ele era um cliente... podia falar bem ou mal do profissional que contratou...
Quantas vezes vamos a um novo cabeleireiro e saímos soltando faíscas porque não curtimos o corte " estilo último grito"...
A primeira coisa , e a mais suave que saímos dizendo é que o corte é " estilo ultimo grito de horror antes de uma pessoa cometer harakiri" ...
É uma relação profissional e o cliente ou paciente tem o direito de sair satisfeito ou não, e expressar o seus sentimentos sobre a experiência vivenciada...
O bom profissional trata de fazer a experiência ser séria , produtiva, agradável e instigante...

exterminando esquerdopatas disse...


Coloca o verdevaldo e o pseudodeputado Miranda no paredão e fuzila. Esquerdopatas safados merecem ser exterminados. O Brasil se rebaixa a um estrangeiro. Se fosse contra a petezada vadia, estes tiram que é tudo mentira.

Anônimo disse...

Instigante? Nooossa...foi bom pra você? Só falta completar com isso.

Anônimo disse...

Esse jornalista da Globo tem todos os requisitos para trabalhar com Glenn. Picareta e anti ético. E se for bem apessoado ainda poderá trabalhar nos filmes pornográficos do Glenn.