Dnit fecha 142 acordos de desapropriação e nova ponte do Guaíba terá entrega parcial em janeiro


Foi um tremendo avanço o mutirão de conciliação na Ilha Grande dos Marinheiro, Porto Alegre,com as famílias impactadas pela obra da nova ponte do Guaíba. O mutirão de três dias terminou ontem. 

Foram fechados 142 acordos, conforme a Justiça Federal. As famílias têm 60 dias para indicarem à autarquia um imóvel de até R$ 152 mil, em qualquer lugar no Rio Grande do Sul. 

Nas próximas semanas, outros 104 processos de desapropriação serão ajuizados pelo Dnit.

As obras da ponte estão 70,3% concluídas. A construtora Queiroz Galvão afirma que, se o Dnit garantir a retirada de cem famílias na primeira quinzena de novembro, as obras poderão avançar, a ponto de que parte da ponte seja usada pelos motoristas entre dezembro e janeiro. 

2 comentários:

Anônimo disse...

Ótima notícia! Há que promover ações semelhantes e urgentes para outras obras no Rio Grande do Sul que estão travadas pela ocupação/invasão de áreas por moradias. Ex. trechos da duplicação da BR116, entre Guaíba e Pelotas; área para extensão da pista do aeroporto Salgado Filho etc.

Adilio Faustini disse...

Governo competente é outro Nível. Temer está cumprido sua Missão. O Brasil está mudando para melhor, "Deus seja Louvado".