Wilson Witzel, novo governador do Rio, desconstroi (de novo) jornalistas da Globonews

27 comentários:

Emmanuel disse...

Ahhh esses repórteres que defendem bandidos: "o cidadão com um fuzil ... de costas .."
Que cidadão é esse que anda de fuzil na rua? Será que alguém autorizou? Indago porque, salvo engano, se o cidadão de bem for pego com um cartucho vazio no bolso, será incurso no maldito estatuto do desarmamento e preso em flagrante; é daí que "cidadão com fuzil ...", é o tal do raciocínio bisonho.
Mas, a palavra mais estimulante da entrevista foi "abate"!
Ahhhh como o cidadão de bem, ao saber que o delinquente armado será "abatido" .... isso não tem preço.

Anônimo disse...

Governador muito calmo, inteligente e ofensivo, com muita educação. Fico impressionado com nossa imprensa, que faz um desservico ao povo, querendo conduzir pessoas que querem nos salvar dos bandidos a ficarem reféns dos direitos humanos. Direitos verdadeiramente humanos são para todos, não só para bandidos. O governador deixou bem claro, ninguém está com licença para matar; agora quem portar fuzil poderá ser abatido. E simples...Não portar armas e cumprir a ditadura da Lei. Toda Democracia verdadeira e essa, o resto é o que já vivemos nestes 14 anos.

Anônimo disse...

Hoje cedo fui no médico e a TV da sala de espera estava no noticiário da Globo que normalmente nunca vejo . Deprimente e alienado o noticiário, se fixou em uma agressão a homossexuais e em um cara maluco que tinha falado bobagens em redes so4, casualmente pró Bolsonaro. Parece que nem temos "pequenos" outros problemas tipo uma media de 170 assassinatos por dia, centenas de estupros reais, milhares de assaltos, uma saúde pública péssima, estradas horríveis, uma educação ideologizada deplorável e uma roubalheira abismal. Vergonha.

pantoniooliveira disse...

Jornalismo patético. Eles querem defender criminosos a qualquer custo. Será que vai secar a fonte de alguma coisinha que consomem? ABATER ESSES MARGINAIS E PRONTO.

Anônimo disse...

Não quer ser abatido não anda com fuzil na rua Porta, simples assim.🖕

Anônimo disse...

Bom dia galera, o chicote vai estalar, kkkkkkkkkkkkkkkk

Rigor Crítico disse...

Veja esta Editor. 1. O eleito governador/RIO faz (externa) algumas proposições que nem o general interventor/RIO se atreve a dizer por restrições políticas. 2. Ocorre que o indivíduo profissional não político não partidário não se vale de hipóteses políticas "direita versus esquerda" nem da hipótese "capitalismo versus socialismo". 3. O cidadão profissional se vale do seu saber em teorias para desenvolver hipóteses. 4. Os jornalistas dominam as teorias da comunicação daí fazerem a intermediação entre a infinidade de teorias que profissionalizam. 5. Então dá se admitir que graças à crise "sem solução política" do RIO surge um modelo universal de abordagem para os problemas: profissionalizar as políticas brasileiras pelas teorias ensinadas nas universidades e adotadas nos cotidianos do país. 6. A partir do RIO poderá se dar um novidadeiro enfoque político: EFICIÊNCIA PÚBLICA.

Anônimo disse...

Corretíssimo. Bandido com fuzil,tenham do,tem que abater.
É uma amaça e tem que ser contido. Se a justiça e a polícia e o governo não tivessem sido tão frouxos com a bandidagem o Rio e o país todo não estaria nessa situação de terra sem leit. CORRETÍSSIMO.
A Globo defende a bandidagem porque entre seus pares está cheio de consumidores de cocaina,os verdadeiros responsáveis por essa onda de violência que assolou o País.
Tolerância ZERO com a bandidagem.

Anônimo disse...

Como o sujeito,alcoolizado ao dirigir assume o risco de matar,o bandido ao portar um fuzil,mettralhadora e outras máquinas de guerra de uso exclusivo das forças armadas assume o risco de ser morto por portar esse armamento. Simples assim.

Anônimo disse...

a delinquência do jornalismo atingiu o nível máximo!!!

um sujeito com um FUZIL (um FUZIL!!!), so porque estaria de costas, não representaria ameaça!!!!

é uma das coisas intelectualmente delinquentes que eu ja vi na minha vida!

Anônimo disse...

quais são os "vários" casos de gente abatida por estar com um guarda chuva na mao????

quais são???

é a esquerda inflando números e casos, como sempre, tal qual o tal exorbitante numero de 1 milhão de abortos por ano que ocorreriam no Brasil...

a esquerda é um portento da estatística, pois conseguem ate mesmo contabilizar o que aconteceria na clandestinidade...

Anônimo disse...

vai ter uma qualificação para o policial que tiver autorização para o abate?

a mulher não sabe sequer o que significa ser um SNIPER...kkkkkkkk

no próprio conceito ja esta incluida a qualificação, minha senhora!!!

se o sujeito chega a ostentar o titulo de SNIPER, é porque ele JA TEM A QUALIFICAÇÃO, minha filha!!!!

Anônimo disse...

essa turminha da Bobo News queria é o Freixo como governador...

aqueles anjinhos agachados ali atrás da mureta com fuzil nas mãos seriam condecorados por algum ato de bravura que eles inventariam tirado da propria cachola totalmente bagunçada de ideias...

Anônimo disse...

os fascistas elegeram um monstro que vai matar os bandidos

fascistas
eletricistas
dentistas
ginecologistas
halterofilistas

Unknown disse...

Genocida burro e falastrão. Quem quer fazer faz como o interventor age em silêncio.

Mordaz disse...

O medo dos jornalistas de que se acabe com os criminosos é impressionante. O cara apenas saiu para passear com o seu fuzil. Só para levar a arma para tomar um ar.

Anônimo disse...

Essa gente da globo news é da mesma linha do partido quadrilha. ORA A DONA DA GLOBO NEWS, PERGUNTAR PARA O GOVERNADOR ELEITO....SE UM CIDADÃO ESTÁ COM UM FUZIL NA MÃO...O GOVERNADOR NEM DEIXOU TERMINAR A PERGUNTA....DEVE SER ABATIDO....INFELIZMENTE VIVEMOS NESSA GUERRA CIVIL NÃO DECLARADA...

Na Colômbia a situação é resolvida assim...o soldado vê "um cidadão com fuzil na mão, é logo abatido sem nenhum pergunta".

Mauro Moreira disse...

Os comunas, como sempre, defendendo bandidos. Gente, como é irritante aquele carioquês arrastadíssimo da Maria Beltrão. Irritante também o da Leilane Neubarth. Fazem questão de aparecer. Imaginem se o Bonner, Patrícia Poeta e tantos outros apresentadores da Globo apresentassem seus jornais com esse sotaque irritante. Sou fluminense, papa-goiaba, e jamais gostei dessa mania dos cariocas de querer aparecer pelo sotaque. Bando de jacus. Maria Beltrão é "canhota" e não deveria, pois filha de um homem extremamente honesto que prestou grandes serviços ao país durante o período do contra golpe militar, o saudoso ministro Hélio Beltrão.

Anônimo disse...

Esse é o governador que deveriamos ter aqui.

Anônimo disse...

Já estava na hora de aparecer lideranças que desmascare o puxa-saquismo de muitos jornalistas. Quando figuras públicas como o Raul Jungmann iam dar entrevistas lá como sobre defesa nacional e segurança pública, era um puxa-saquismo enorme enquanto a população sofrendo com a insegurança os jornalistas tratando os responsáveis como pessoal da mal alta capacidade técnica. A quantidade de figuras que chegam a altos cargos somente por que apareciam na mídia e eram promovidas por ela, foi enorme. E muitas figuras técnicas não eram valorizadas somente por que não eram da turminha da mídia. E o pior é ficar convivendo com esse discurso de censura e perseguição somente por que não recebem apoio oficial de quem é eleito.

Esse discurso de democracia, liberdade de imprensa e tudo mais que é bonito na oratório só serve quando eles são os favorecidos, quando não são favorecidos vem o discurso rancoroso culpando tudo.

Eu já notei que a pauta agora é divulgar todos os erros que existem em setores que afetam os militares. Problemas que sempre existem. Mas quando o governante é aliado deles, abafam.

Gasparzinho disse...

Assisti e adorei. Deixou as vermelhas desconcertadas KKK...
Witzel se mostrou seguro, confiante, humorista e sério.
Bandido bom é bandido morto.

ganhatudo disse...

O engraçado é que esses jornalistas não entendem que o bandido armado com um fuzil ostensivamente não esteja ali ameaçando outras pessoas. Quem sabe eles vão lá desarmar o bandido, com uma boa conversa de especialista.

alvaro disse...

O Brasil começou a tomar forma de nação com ordem e disciplina a despeito destas crias da imprensa, que vivem no meio dos estúdios e redações com ar condicionado.

Anônimo disse...

ela é jornalista ou idiota?

Anônimo disse...

bom, se o sniper cruzar na sua mira com um molambento de fuzil na mão que na hora esteja "discostas", é so esperar o delinquente ficar "difrentis" para acerta-lo esta resolvida a questão "conceitual" levantada pela inusitada jornalista...

esta respondida a pergunta da jornalista muitíssimo preocupada com a vida dos que carregam fuzil nas mãos...

a Rede Bobo é uma ilha da fantasia...

aquele pessoal que trabalha por la so pode viver em uma outra dimensão astral...

são aberrações atrás de aberrações a cada dia...

não é de graça que o país esta essa bagunça, fruto direto do bombardeamento diário dos programas execráveis produzidos por essa emissora, que, diga-se de passagem, já deveria ter sua concessão cassada...

Anônimo disse...

Da Maria Beltrão já tinha ouvido que, quando meninota ainda, por ser grandona e talvez, se vestir quase sem roupas - isto ela não disse, sofreu um assédio sexual, daí que hoje ela combate o assédio com unhas e dentes, entretanto continua assanhada como sempre. Nem de longe, parece traumatizada, como afirma. Já tinha visto esta criatura dizer bobagens na Globofake, mas ontem ela se superou: "e se o sujeito estiver portando um fuzil de costas", no que foi complementada pela outra: "mas se o sujeito estiver portando um guarda-chuva ou uma furadeira". Nem parece que estas criaturas vivem no Rio de Janeiro. Para coroar, o Otávio, até tu Otávio, estranhou que os snipers pudessem atirar do helicóptero. Parece até que ficou com pena dos bandidos. Idiotices globais como esta de ontem do Stúdio I, só foram superadas, no meu entender, por aquele depoimento bombástico da Xuxa, toda chorosa e vestida de Chapeuzinho Vermelho, denunciando o assédio do Lobo Mau, o namorado da sua avó. Coitada da Chapeuzinho, depois desta denúncia, degringolou total, passando a frequentar festas de embalo, fazer filmes pornôs e até usar o Pelé para se alvancar na carreira de modelo. Daí a ser contratada pela Globosta para ser a rainha dos baixinhos foi imediato. Este o elenco escolhido a dedo para ser formador de opinião no Brasil. menos mal que hoje já existem pessoas determinadas e sem medo de afrontar o politicamente correto, pregado pela emissora. Witzel e Bolsonaro são dois exemplos.

Anônimo disse...

Muito bom /belo dia mas para a bandidage o pau vai cantar