Líderes mandam desmobilizar, mas há reação nas bases, conforme registros de WhatsApp

No RS, esta manhã, foram localizados 65 pontos com obstruções ou manifestações de caminhoneiros.

Ao lado, o acordo assinado pelas lideranças.

As principais lideranças nacionais dos caminhoneiros, inclusive a Abcam, que na quarta-feira não assinou o acordo com o governo, recomendaram a imediata liberação das estradas e o retorno ao trabalho.

Os grupos de WhatsApp, no entanto, ontem a noite mesmo, logo após a fala de Temer na TV, deram mostras de que não pretendem suspender a paralisação, mas esta foi apenas a primeira reação e dificilmente será mantida durante o dia.

CLIQUE AQUI par ler a íntegra da ata do acordo.