Vendas e lançamentos de imóveis residenciais em São Paulo despencaram 32,8% em setembro

As vendas de imóveis na cidade de São Paulo somaram 1.819 unidades em setembro, o equivalente a uma redução de 32,8% em relação ao mês anterior, segundo os dados divulgados ontem pelo Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP). Já os lançamentos alcançaram 2.252 imóveis no mesmo período, segundo a Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio (Embraesp), resultado que representa uma queda de 19,2% na margem, na série livre de efeitos sazonais. Como resultado, os estoques ficaram em 19.169 unidade em outubro, retraindo 0,9% ante agosto, na mesma base de comparação. 

Os lançamentos e as vendas acumulam altas de 12,7% e 18,4% no ano, respectivamente, sendo que as quedas sofridas na margem são as primeiras após dois meses consecutivos de alta. 

Nos meses à frente, espera-se recuperação do setor imobiliário.

7 comentários:

Anônimo disse...

É a recuperação da economia

Anônimo disse...

Mas a gasolina, oleo diesel e o gás de cozinha aumenta duas vezes por semana.... E a inflação continua "diminuindo"...

Anônimo disse...

PETROBRAS FAZ NOVO AJUSTE E GASOLINA SOBE 7% EM DOIS DIAS

Petrobras anunciou uma alta de 1,9% nos preços da gasolina em suas refinarias para a partir da sexta-feira, após alta de 5,1% nas cotações autorizadas na véspera e que entrou em vigor nesta quinta-feira; altas, que somam cerca de 7% em dois dias, vêm em meio a uma nova política de preços da estatal que prevê mudanças até diárias das cotações; população segue pagando o preço do golpe que levou Michel Temer ao poder
23 DE NOVEMBRO DE 2017 ÀS 11:09 // TV 247 NO YOUTUBE Youtube

Anônimo disse...

OS INOCENTES ÚTEIS!!!


CLASSE MÉDIA QUE BATEU CAÇAROLAS E SE FANTASIOU DE VERDE E AMARELO já se deram conta que foram

usados para tirar o PT do poder!

SIMPLES ASSIM!

Anônimo disse...

Artur Nogueira diz:
Lançamento de novos imóveis???? Custo altíssimo...Quem irá adquirir?
Classe média/baixa sufocada, - a que mais necessita de um imóvel, com desemprego rondando...
Os imóveis vão continuar desocupados, infelizmente....

Anônimo disse...

Cadê as fantasias de periquitos paneleiros no parcao ?

Anônimo disse...

Os novos imóveis, aqui em São Paulo, com 2 dormitórios não saem por menos de 1 milhão. É impossível alguém da classe média adquirir.