Neste video, a madrasta ameaça matar Bernardo. O pai, presente, tenta aplacar filho e madrasta.

Vazou a íntegra — áudio e imagem — da gravação, que no total tem 28 minutos, de uma briga familiar em que Bernardo Uglione Boldrini, 11 anos, recebe veladas ameaças da madrasta Graciele Ugulini, em casa, emTrês Passos. O julgamento das assassinas já começou.

. As imagens mostram que, quando o menino começou a gritar por socorro, o casal — Graciele e Leandro Boldrini — estava no quarto, com a meia-irmã de Bernardo.

. São imagens e sons recuperados pela perícia técnica.

. É tudo muito forte.

. O pai não ameaça o menino, tenta aplacar os ânimos entre o filho e a madrasta, mas esta faz ameaças seguidas de morte. Ela acabou matando Bernardo.

. O vídeo do link saiu no Jornal Hoje, Globonews. CLIQUE AQUI para ver e ouvir.

9 comentários:

Anônimo disse...

ver, não vi nada...

só ouvi...

é coisa pra prisão perpetua....

mas nesse país de marias-mole prisão perpétua é mais chocante do que os próprios crimes cometidos...

já a pena de morte não resolve nada...

só alivia o sofrimento do apenado...

Mordaz disse...

O pai se omite totalmente ao não criticar a adulta que faz ameaças de morte repetidamente a uma criança pequena. O pai é um mentiroso. Disse que tratava bem o menino, mas neste vídeo não é o que acontece.

Mordaz disse...

Graciele sugere ao menino que Leandro Boldrini é corno. Será que era por isto que o pai não gostava do filho?

Anônimo disse...

O pai, se não participou, é claro que estava sabendo e foi conivente com o assassinato!

Anônimo disse...

Essa madrasta demonstra uma maldade atroz e vigarista, louca por dinheiro. O que ela fez com o menino está bem demonstrado no vídeo. Deverá ser condenada e a verdadeira "justiça" será aplicada nessa megera lá mesmo no carcere, e merecidamente. O pai, omisso e cúmplice também merece igual castigo. Chocante o áudio e video. Como pode existir gente assim?

Anônimo disse...

Chocante é a insistência de Políbio Braga em defender o indefensável... É um desrepeito para com seus leitores.
Sandeman

Anônimo disse...

segundo a oposição raivosa ela é filiada ao pt ehehe

Anônimo disse...

Até agora parece que ninguém notou que o garotinho estava totalmente desequilibrado. Aquela história de "me empresta o telefone que eu vou te denunciar" é coisa de criança sem limites. Faltou um mínimo de bom senso ao pai no sentido de internar a criança para fazer um sério tratamento psiquiátrico. Uma criança totalmente sem limites levou os pai e a madrasta à loucura. Um psiquiatra teria resolvido isso sem dúvida nenhuma. Será que a avó sabia desse comportamento? Parece que sim. Cinco vidas destruídas por não consultarem um psiquiatra. Dificílimo aceitar que não tenham resolvido esse problema com tantos recursos disponíveis.
Roberto 1776

Anônimo disse...

Lamentável!!! Lamento também, por todos os que tiveram a oportunidade de ajudar a criança e não o fizeram. Muito triste e revoltante!!!