PSDB denunciará Dilma, segunda, por propaganda eleitoral antecipada, com dinheiro público

No RS, os adversários do governador e o MPE não movimentam um só músculo para flagrar o governador Tarso Genro, que na quinta-feira em Caxias do Sul fez discurso eleitoral na solenidade de entrega da antigba sede da Eberle para prefeitura.

O PSDB, Partido presidido pelo candidato Aécio Neves, promete entrar com nova ação contra a presidente na próxima segunda-feira, desta vez contra o discurso feito por ela no Espírito Santo essa semana.  Dilma Rousseff participou de dois eventos no estado e anunciou ampliação de aeroporto, cais e duplicação da BR-262. Os tucanos acusam a petista de usar a máquina para se promover.  Outro plano é levar ao TSE ação contra o evento que entregou mais de 5 mil moradias do Minha Casa Minha Vida em 10 cidades na quinta-feira.

. O PSDB já denunciou Dilma antes por propaganda antecipada em pronunciamentos na TV; no início do ano, chegou a pedir que seu mandato fosse cassado e ela ficasse inelegível por oito anos.

Vá esta noite com seus amigos. As melhores cervejas
e chopes artesanais do RS, segundo Veja.
Com petiscos inspirados na gastronomia alemã.
Mais informações e endereços:
www.biermarkt.com.br

9 comentários:

jmvg disse...

Não vai dar em nada tucanalhada.

Anônimo disse...

Não vai dar em nada a representação, porque que está lá para decidir é o Ministro Dias Toffoli que é do PT. Eventual multa, se aplicada, não passará de troco de R$ 5.000,00.

Anônimo disse...

Dizem que o psdb ja contratou o advogado do Fluminense kkkkk

Anônimo disse...

A justiça eleitoral, se não fosse cega, deveria dar aos outros candidatos o mesmo tempo de TV que a terrorista teve, e financiados com verba federal!

Anônimo disse...

Espero que essa terrorista ainda pague os crimes que cometeu.
Será que a explosão do soldado Mario Kosel Filho não foi crime ?

Luiz disse...

Tenho até dó do Aécio:
Fica gastando o seu precioso tempo com estas coisinhas que não levam a lugar nenhum.
Por isso não deslancha, não passa dos 20% e provavelmente perde a eleição no primeiro turno

Anônimo disse...

Amigos, ajudem a compartilhar esse texto nas redes sociais.
.

COMPARANDO O PT COM O PSDB
Com a aproximação da campanha eleitoral, é importante ficar atento às comparações entre o PT e o PSDB. Convido o leitor a conferir 12 importantes variáveis sobre o desempenho dos dois partidos.

Quanto ao crescimento do PIB, o país, nos 4 anos de governo Dilma, crescerá apenas 1,8% ao ano, patamar inferior ao do governo FHC. Só o governo Collor foi pior que Dilma.

Já em relação à inflação, em 1998 (durante o mandato FHC) foi de apenas 1,6%, a menor da história do Brasil. A inflação de Dilma está acima de 6%, extrapolando a meta de 4,5%. Se compararmos a taxa Selic, nos 2 últimos anos de FHC foi de 17,5% em média, enquanto nos dois primeiros anos de Lula foi de 19,3% em média, ou seja, foi maior.

E temos a dívida pública. Em valor absoluto, a dívida bruta total, que FHC entregou em R$ 750 bilhões, hoje ultrapassa R$ 2,2 trilhões – nos 11 anos e meio do governo petista a dívida interna bruta aumentou em R$ 1,45 trilhão, ou seja, 193% maior que FHC. Enquanto isso, com FHC, o superávit primário médio foi de 3,3% do PIB. Hoje em dia, é de apenas 1,3%. Em maio houve déficit de R$ 10,5 bilhões, um recorde negativo.

E os investimentos em infra-estrutura? No primeiro mandato de FHC, foram de 2,6% do PIB. Nos três anos e meio de Dilma, ficaram abaixo de 1% do PIB. Há ainda o pagamento de juros do governo federal. No governo FHC foram pagos R$ 600 bilhões em juros. No de Lula, mais que dobro disso (R$ 1,289 trilhão); e, nos três anos e meio de Dilma, já foram pagos quase R$ 800 bilhões em juros. Isto significa que o governo petista, nos seus 11 anos e meio, já torrou mais de R$ 2 trilhões em juros, ou cerca de 250% a mais que FHC.

O governo petista aumentou a carga tributária em 4 pontos percentuais do PIB, o que corresponde a cerca de R$ 200 bilhões a mais por ano. Assim, os brasileiros tiveram de pagar a mais cerca de R$ 2,25 trilhões em tributos. E o pior é que, mesmo assim, o descontrole das contas públicas é total.

Na era do PT, nenhuma obra termina no prazo e com o orçamento previsto. Há o caso da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, que de um valor inicial de US$ 2,5 bilhões já consumiu US$ 18 bilhões e deve ultrapassar seguramente os US$ 20 bilhões. Na transposição do Rio São Francisco, Lula e Dilma já torraram o dobro e nem metade da obra está pronta. Há centenas de outras obras na mesma situação.

De 1999 a 2002 (governo FHC), os gastos do governo federal com a educação foram de 0,8% do PIB. Com Lula (2003-2006), o percentual foi menor, de 0,75% do PIB. Em 1995, a União era responsável por 23,8% dos investimentos na área. Atualmente está abaixo de 20%, porque aumentou a participação dos municípios. E, em relação ao investimento na saúde, de 1999 a 2002 os gastos foram de 1,7% do PIB. Com Lula, no primeiro mandato o percentual foi levemente menor (1,697% do PIB), e atualmente não passa de 1,6% do PIB.

E, para finalizar, no caso da atual baixa taxa de desemprego (algo próximo a 5%) há uma enorme distorção, porque ela não capta os cerca de 15 milhões de pessoas que estão permanentemente se revezando na política de salário-desemprego, que vai custar, em 2014, algo como R$ 30 bilhões. Esta política virou uma indústria para não se trabalhar.

Judas Tadeu Grassi Mendes, Ph.D. em Economia, é fundador e diretor-presidente da Estação Business School.

Unknown disse...

Judas meu jovem Seu nome ja diz alguma coisa, mas o que gostaria de sugerir a vc, Judas, e que vc iniciasse a campanha "Volta FHC!". O que vc acha, Judas? Eu adoraria ingressar nesta campanha. So tenho duvidas, Judas, se a populacao tb pensa como vc? Pois como vc sabe, Judas, nem todos sao asnos com Phd. E se ainda assim vc continuar pessimista, com o Brasil, siga o conselho da Luiza Trajano, aqla empresaria incompetente, e va embora.

Anônimo disse...

És uma mula Carlos Sgarbi! Luiza Trajano "empresária incompetente" como tú, mama no governo Dilma através da Liquigás.

Que multas és tú Carlinhos, soltas coises até nos teus cumpanheiros!