Desabafo de um pai gaúcho diante da desordem do Hospital da Criança do grupo Conceição

A carta a seguir foi escrita durante a greve no Grupo Hospitalar Conceição, complexo federal de Porto Alegre. O autor é o técnico de enfermagem Alexandre Blath de Almeida. O hospital tirou nota reconhecendo as queixas e dizendo que a empresa terceirizada encarregada da limpeza deixou de atender o contrato, mas que agora as coisas melhorarão. 

Meu nome é Alexandre, meu filho (4 anos), está internado no Hospital da Criança, grupo Conceição. Infelizmente estou com um sentimento de raiva quando deveria estar com o de preocupação. Vejo briga ferrenha por: esparadrapos, antibióticos emuito mais coisa.  É revoltante ver em que situação está nossa saúde pública. Eu, infelizmeste, não tenho condições de pagar um plano de saúde para meu filho. Hoje,  aqui dentro deste hospital que  não tem uma pessoa sequer da limpeza, tudo está podre de sujeira, todos os quartos estão em desordem, mas ainda assim agradeço o esforço que as técnicas e enfermeiras estão fazendo para tentar atender da melhor maneira possível os pacientes.

Ai vem ao meu pensamento, o que o ignorante do Pelé falou: "Não se faz copa com hospitais". Bah, esse estupido não utiliza o SUS, renegou a própria filha, não tem cultura nenhuma. Pergunto: senhor Pelé: tem esparadrapo no Maracanã, no Beira Rio ou na Arena do Grêmio? Posso internar meu filho em algum desses estádios? O exame que meu filho tem que fazer, tem lá? Gostaria que o senhor Pelé respondesse. Gostaria de ouvir de sua boca a resposta  a esta pergunta: será que saberia, será que teria a dignidade de responder pessoalmente com seus próprios pensamentos?
Enfim, este sem cultura não me representa de forma alguma;  quem me representa são os Médicos(as) as Enfermeiras(os) e os Técnicos(as) de Enfermagem do SUS, esses sim eu digo que me representam,  com seu esforço fora do comum; que além de dar um bom atendimento, tratam com todo amor e carinho seus pacientes e familiares, tendo que fazer o impossível para fazer um curativo sem material. É muito deprimente esta situação.

Obrigado senhor Pelé pelo seu pensamento egoíosta. O futebol fez você sair da miséria, mas não lhe deu cultura nenhuma. Você virou as costas para sua origem ! Você me dá nojo !


6 comentários:

Anônimo disse...

Apoiado!

Alberto/NH disse...

Acho que quem falou isto foi o Ronalducho "Fenômeno". O Pelé falou que "reconhece o dinheiro roubado mas agora devemos compensar no turismo". Esta Copa serve para encher os bolsos de Felipões, jogadores, emissoras, empreiteiras e políticos. Uma enorme inversão de valores no Brasil onde a população em geral fica em segundo plano, passando dificuldades. Quanto tempo e dinheiro também está sendo gasto na Arena e no "novo" Beira-Rio?

Anônimo disse...

O povo é culpado disso tudo. Ao invés de lutar por melhor saúde, infraestrutura nas estradas, educação. BEM FEITO...!! bateram palmas e elegeram a Coisa como presidente, pq o 9dedos trouxe a copa do mundo e as olimpiadas para esse miserável país. Tem que se lascar. Eu utilizo o SUS, é deprimente.

Anônimo disse...

Quem falou essa asneira foi o Ronalducho -aquele que gosta de travesti- e que pode ser visto em:
http://www.youtube.com/watch?v=BM8D_rCudxQ

Garivaldino Ferraz - Brasília disse...

É o resultado da estupidez de um povinho que se ilude com alguns marmanjos correndo atrás de bola. A idiotice é tanta que vejo anunciarem na televisão os "jogos decisivos dos campeonatos" no fim de semana. Estamos em meados do 4º mês do ano e há campeonatos sendo decididos? Depois o que virá? Mais pantomima com as diferentes denominações: serão as "copas", depois os "torneios", depois ..... E a vida seguindo!

NEWTON disse...

Se o governo não tivesse dado os incentivos fiscais para a OAS construir a Arena, este projeto teria sido abandonado. Então eu pergunto: de que milhões de reais não investidos na saúde, segurança, .... se esta falando? Por outro lado teríamos concretamente perdido a valorização da área do bairro Humaitá, que por si só representaria a perda de milhões de reais "anualmente" em IPTU. Teríamos perdido um cartão postal excepcional de Porto Alegre. Vale lembrar que 100% de impostos de nada é nadica de nada.