MP denuncia João Alberto, ex-prefeito de Torres, por peculado, quadrilha, lavagem de dinheiro e fraude

O Ministério Público denunciou nesta quinta-feira, o ex-prefeito de Torres João Alberto Machado Cardoso, atual secretário Geral do PMDB do RS, além do ex-vice-prefeito Valmir Daitx Alexandre (PMDB), conhecido por Pardal, e outras sete pessoas, por desvio de recursos públicos no município do Litoral Norte, entre 2010 e dezembro de 2012.

 . Os crimes atribuídos aos dois políticos são de peculato, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e fraude a licitações.

. As investigações da Operação Money Trail (trilha do dinheiro) tiveram início há nove meses. Segundo o MP, ficou comprovado o desvio de R$ 262 mil da organização do Réveillon de 2011 e outros R$ 182 mil do Festival de Balonismo.

6 comentários:

Anônimo disse...

Mais um do PMDB, o que vai dizer Pedro Simon. Este por ser de Torres está na borda do Rio Mampituba, local onde os conceitos de moralidade do senador mudam.

Anônimo disse...

Pô o secretario geral do PMDB RS envolvido e a ai vai continuar secretario ou vão fazer que nem o Zachia que continua dando as cartas apesar de todas as falcatruas que esta envolvido cade a juventude do PMDB para se manifestar e afastar estes calhordas.

Anônimo disse...

Eu não acredito.
Ele é um santo.
Isso deve ser coisa do Tarso e do PT e da Luciana Genro

Anônimo disse...

É verdad sim,como que um soldado raso,e ex vice prefeito, vira sócio de uma construtora de uma hora para outra,outro que tem que pagar pelos roubos é o sr, Roniel Lumertz, outro que meteu a mão no dinheiro público, cadeia neles.

Anônimo disse...

A Luciana Genro é mentirosa por transitado em julgado, logo ela é uma excelente fontes de informações!!!! Quá, quá, quá......

Anônimo disse...

Bem, creio que todos devem pagar, o Roniel tbm, se deve , que pague... mas na verdade não creioq eu ele tenha envolvimento nessas falcatruas.. nunca precisou , é trabalhador e no que me consta um jovem honesto.. Esses dois garndalhões merecem uma cadeia. o que eu duvido