Infraero vacila sobre extensão da pista do inviável Aeroporto Salgado Filho

É uma selvageria o tratamento dispensado pela Superintendência do Porto de Rio Grande, Suprg, ao seu pessoal de guarda portuária, segundo constatou o Ministério Público do Trabalho, que resolveu entrar com ação civil pública para corrigir os desmandos.

. Os guardas trabalham 48h por semana e por lei só deveriam trabalhar 36 horas. Os procuradores constataram que há 27 anos não são feitos concursos para reposição de quadros. Os equipamentos e instalações do porto estão deteriorados e nem boia tem o cais de atracação.

- O superintendente é o ex-deputado Dirceu Lopes, do PT. A Suprg é subordinada ao secretário Beto Albuquerque, que não manda nada na área.

. O porto de Rio Grande é a jóia da coroa do Pólo Naval do RS.

A Infraero não quer investir R$ 700 milhões para ampliar em 920 metros a pista do aeroporto Salgado Filho.

. É que a extensão só desataria o gap por oito anos.

. Depois disto, nem Deus desfará  o estrangulamento do aeroporto de Porto Alegre.

9 comentários:

Anônimo disse...

Nossos gestores e políticos são de uma incompetência , inoperância, ignorância e burrice atrozes, dá medo em pensar o que ocorrerá ao RS nos próximos anos, estamos às vésperas de um tremendo apagão na infraestrutura. Este é o legado de Olívio e seus sequazes!

Anônimo disse...

Se examinarmos a area total do Salgado Filho atraves do Google Heart, veremos que é possivel multiplicar por no minimo quatro vezes o tamanho do atual predio/terminal 1. Entao essa estoria que contam que o aeroporto se esgota em oito anos, nao me parece bem contada.

Marlos disse...

Pois é.

E só perceberam a inviabilidade do projeto depois de terem gastado uma fortuna com a desapropriação das casas do bairro São Sebastião.

Anônimo disse...

O Superintendente do Porto de Rio Grande, Dirceu Lopes, nunca foi Deputado, sempre foi um agregado. Nunca entendeu bulhufas de porto e cercou-se de outros incompetentes iguais a ele. O Porto está uma verdadeira vergonha, na parte pública que é do Estado, fazendo o RS passar vergonha perante os visitantes internacionais. O que sim funciona muito bem é a parte privada: TECON, Termasa-Tergrasa, os estaleiros etc

Anônimo disse...

E aí DANIEL! Representante aqui do governicho.

Fernando disse...

Pois é, resolveram construir esta porcaria de terminal novo para substituir aquela rodoviária do terminal antigo. E o que adiantou? Nada.

Deviam era na época ter construido um aeroporto novo, com novos acessos.

Fernando Martins

Anônimo disse...

O projeto completo do terminal inaugurado no ano 2000, era composto de três módulos iguais. Naquela ocasião foi entregue apenas o primeiro módulo. O segundo módulo tinha como previsão de entrega 2010. Então e obvio que o primeiro módulo, a despeito do "puchadinho da Tam", só poderia estar saturando-se. Peco a atenção do valoroso bloguista quanto a possíveis inconfessáveis interesses imobiliários sobre aquela área que perde por pouco em tamanho para a área do aeroporto internacional de Guarulhos.

Luiz Vargas disse...

Faz parte da índole e do DNA dos quadrilheiro$ PeTralha$ colocarem qualquer coisa que tenha a estrela no peito para preencher qualquer cargo público. Este bando é especialista em colocar postes com estrelinha no peito para ocupar cargos. em detrimento do conhecimento e da competência.

Anônimo disse...

UM certo AUGUSTIN não vai soltar dinheiro pra gauchada, agora administrador do caixa único federal.

Então, a mineira DILMÁ irá culpar um gaudério para deixar de mandar dinheiro para obras.