Lava Jato prende e investiga corrupção eleitoral no Pará. Governador Helder Barbalho é investigado.

A Polícia Federal realiza a Operação Fora da Caixa no Pará, cumprindo mandados de prisão e de busca e apreensão. É caso de corrupção eleitoral. O governador teria levado R$ 1,5 milhão em propinas para sua campanha eleitoral.

É um desdobramento da Lava Jato, tudo a partir de delações de diretores da Odebrecht em Curitiba.

A PF pediu busca e apreensão na casa do governador Jader Barbalho, MDB, mas o juiz do caso não autorizou.

O ex-senador Luiz Otávio Campos foi preso.

Nenhum comentário: