Eduardo Leite poderá nomear Arita Bergmann para a secretaria da Saúde. Ela também é de Pelotas.

Ela não é médica. Arita é graduada e pós-graduada em Serviço Social.

O nome mais cotado para ocupar o cargo de secretária da Saúde do RS é o de  Arita Bergmann, que, de dezembro de 2008 a dezembro de 2010 exerceu o cargo de diretora geral, secretária-adjunta e secretária estadual de saúde. Arita foi secretária da Saúde de Pelotas a partir de 2011

Arita Bergmann foi citada em relatório da auditoria do Tribunal de Contas do Estado, que tratou das contratações do sistema Aghos pela prefeitura de Pelotas e pela Secretaria Estadual da Saúde, consideradas irregulares por falta de licitação, exorbitância de valores gastos e ineficiência do sistema. Cópias do relatório foram encaminhadas à CPI instaurada na Câmara de Pelotas.

A contratação da empresa GSH Gestão e Tecnologia Ltda, responsável pelo sistema Aghos, pela prefeitura de Pelotas, “apresentou um conjunto de irregularidades, as quais iniciaram na contratação e estenderam-se até a execução dos serviços”, segundo o TCE. Segundo os auditores, embora todas as irregularidades, “o município demonstrou manteve a continuidade da situação.

No total, Pelotas gastou R$ 2.145,002,16. Todos os contratos foram realizados sem licitação. Desde o primeiro contrato com Pelotas, em 2008, a empresa GSH faturou quase R$ 30 milhões no Rio Grande do Sul.

16 comentários:

Anônimo disse...

Tamufu.

Anônimo disse...

REPUBLIQUETA PELOTENSE OU VANGUARDA DO ATRASO. MERECEMOS?
JOEL

Anônimo disse...

Dudu e sua republica de Pelotas, desse jeito vai haver um êxodo em grande escala dessa cidade para POA, porque pelotense adora ir para Porto Alegre, tanto que tem ônibus de meia e meia hora para POA. Os tucanos de lá já migraram para POA.

Anônimo disse...

Aos poucos, o ESCONDIDINHO vai montando um governo petista !

Anônimo disse...

Quem conhece Eduardo Leite sabe do que ele é capaz de fazer por ambição, mas a verdade um dia chega.

Anônimo disse...

Não foi com a prefeitura de pelotas que teve rolo nos exames de câncer?

Anônimo disse...

A velha politica
Que droga

Anônimo disse...

Começando a me desesperar com esse Governador. E os inúmeros Médicos existentes no Estado, porquê não pegar alguém conhecedor da área? Assistente Social para área da Saúde é para acabar de vez com o Estado.

Anônimo disse...

Arita Hübner Bergmann é natural de São Lourenço do Sul, filha do ex-prefeito Rudi Hübner (1983-1988). Nos anos 90, como secretária municipal de Saúde, destacou-se por implantar uma política de saúde mental que virou referência no RS e no Brasil. Arita foi filiada ao PDS (depois)PP e PMDB de sua terra natal. Por este último partido concorreu a prefeita em 2000.

Ricardo disse...

Ora, que pergunta! Assistentes sociais, apesar de sua formação um pouquinho mais breve que a dos médicos, sabem MUITO mais que estes. Aliás, para aqueles profissionais, cujo currículo é declaradamente marxista, não importa a teoria. A práxis "constrói" a teoria. PQP!

Ricardo disse...

Realmente, Ed Milk está formando um secretariado de dar inveja a 2 nuvens de gafanhotos. Indiscutível e inédita capacidade de destruição.

Anônimo disse...

Arita Bergman é unha e carne com Osmar Terra, de quem foi assessora e que será o ministro da Cidadania do governo Bolsonaro.

Anônimo disse...


A propaganda enganosa pegou todos que votaram nele.

Vai ser um desastre essa administração.

Anônimo disse...

Está blindando os companheiros para não respingar nele as "kakas" que deixou em Pelotas.

Justiniano disse...

Mas o que tem de maracutaias e falcatruas nessas empresas terceirizadas da saúde, são milhões e mais milhões do governo estadual e federal jogados no ralo, ou melhor embolsados por esses "experts" em gestão em saúde, certamente na saúde bancária deles.

Foi Canoas e agora Pelotas onde anda o ministério público estadual e federal, porque são verbas das duas esferas.

CELSO CORSETTI disse...

Se esta pessoa tomar qualquer atitude sinalizando introduzir a discussão de ideologia de gênero ou instituir qualquer coisa relacionada com LGBT nas escolas dos meus netos...vai levar sapatadas a granel...sapato também é democrático...ñao inventa...aqui não....