Artigo, J.J. Camargo, Zero Hora - Fim da grande farsa do Mais Médicos

Todos os envolvidos sabem que esses técnicos seriam, na imensa maioria, reprovados em qualquer exame sério.

Um dos períodos mais degradantes da autoestima da classe médica brasileira foi aquele primeiro semestre de 2013, quando o governo federal anunciou, com ar angelical, o programa Mais Médicos, tendo como objetivo principal (sic) levar mais profissionais para regiões onde havia escassez ou ausência de médicos.

(...)

Quando os representantes constituídos da classe médica brasileira protestaram que quase todos os contratados eram estrangeiros, na grande maioria, cubanos, e estavam sendo incorporados ao trabalho médico sem nenhum exame de capacitação, a resposta governamental, fortemente apoiada pela parte ideologizada pela mídia, estava pronta: os cubanos foram trazidos porque os médicos brasileiros não queriam trabalhar em locais remotos.

(...)
Em sequência, milhares de médicos brasileiros, devidamente certificados, foram demitidos pelos prefeitos de cidades menores porque eles tinham descoberto um jeito de fazer economia, já que os Mais Médicos eram remunerados pelo governo federal, e os demitidos eram encargo dos municípios.

CLIQUE AQUI para saber mais.

11 comentários:

Anônimo disse...

Este programa foi tudo, foi qualquer coisa, MENOS PROGRAMA MAIS MEDICOS! Na realidade, os nomes adequados poderiam ter várias denominações como:
PT COMPRA ESCRAVOS CUBANOS CUBA EXPORTA CHARLATÃES AO BRASIL A PESO DE OURO
STF LIBERA AÇOUGUEIROS CUBANOS PARA CARNEAR BRASILEIROS PT ENRIQUECE COM ESCRAVOS AÇOUGUEIROS CUBANOS PT IMPORTA ESCRAVOS CUBANOS CHARLATÃES E DESGRAÇA PAIS-DE-SANTOS E BENZEDEIRAS BRASILEIROS.

ZARATHUSTRA disse...

Cadê os "médicos brasileiros" exercendo seu "sacerdócio" nas bibocas desse pobre e miserável Brasil?

Justiniano disse...

Cadê os canalhas e hipócritas dos direitos humanos que nunca questionaram essa escravidão socialista. São complacentes e cegos com essa escravidão desses paramédicos que jamais pediam ou exigiam um exame de sangue que fosse, porque não tinham habilidade para tal.

Cuba tem duas faculdades de medicina, uma forma 200 médicos por ano e outra 100 médicos por ano, e aqui havia mais de 8 mil ou seja teria que ter mais de 30 anos (30 x 300 = 9.000), isso que tem médicos em Venezuela e Nicarágua, isso é aritiméticamente impossível.

Anônimo disse...

As obras de LULA/DILMA devem ser colocadas no LIXO. Outro exemplo é o PAC, OBRAS não terminadas espalhadas pelo Brasil, ou, ainda, mal feitas, vide BR448.

Anônimo disse...

O STF Compactuou. Fôssemos um país sério.. ..traficantes de escravos ( ou facilitadores, mediadores, garantidores de tráfico humano) não poderiam ser nem porteiros do Fórum, quanto mais juízes. Por isso coroné lewandopinga prende e arrebenta!!!

Anônimo disse...

Para ZARATHUSTRA:
Os medicos brasileiros devem estar na fila para comer a tua mãe.

Anônimo disse...

grande farsa nada...

grande CRIME...

Anônimo disse...

Lembro bem na minha cidade, no pronto socorro perto de casa, o prefeito de 2014 aumentou o salário dos médicos do PS para R$ 1.900,00(um mil e novecentos reais) enquanto os cubanos recebiam R$ 10.000,00(dez mil reais) do governo federal. Uma nova maneira de financiar a ditadura comunista assassina dos castros.

Anônimo disse...

Não leste a matéria? Queres que eu desenhe?

Anônimo disse...

Sr. editor

Se o Sr falasse com um profissional sério, da saúde pública, não iria soltar
soltar tantos foguetes pelo atendimento de médicos brasileiros na saúde pública.

Mata Viva disse...

Fecha o bebedor de lavagem