TRF4 repele embargos e mantém condenação de Zé Dirceu. É matéria vencida na segunda instância.

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) julgou na tarde de hoje o recurso de embargos de declaração interposto pela defesa do ex-ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu, mantendo sua pena em oito anos, dez meses e 28 dias de reclusão pela prática dos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro em ação penal no âmbito da Operação Lava Jato.

Além de Dirceu, o seu irmão Luiz Eduardo de Oliveira e Silva e o ex-diretor de Serviços da Petrobras, Renato de Souza Duque, que são réus no mesmo processo, também tiveram os embargos de declaração julgados.

5 comentários:

Anônimo disse...

mas vamos ao que interessa: quando que esse elemento voltará para a cadeia????

os ventos de mudança ficarão apenas na brisa da impunidade que insiste em soprar sobre esse país?

Anônimo disse...

Tá, então agora o terrorista vai voltar para a cadeia?

Anônimo disse...

E dai, o bandida está solto e rindo das pessoas honestas. Ele é a cara do judiciário petista brasileiro.

Anônimo disse...

esse nem fez delação premiada e ganhou o mesmo que o Palófi...

Anônimo disse...

E quando vão recolher o meliante ao cárcere?