Nova parceria da Eletrosul poderá garantir obras de transmissão de R$ 4 bi no RS

A Eletrosul já tem outro interessado nas obras e operação do sistema de transmissão (17 linhas e 89 subedstaçõe) de R$ 4 bilhões programado para o RS.

Com a desistência da Shangai Electric, a estatal federal buscou novo parceiro e encontrou o consórcio Brasil Sul Transmissora. O consórcio confirmou tudo e avisou que no caso de aprovação da aliança, as obras começarão no primeiro semestre do ano que vem.

A Aneel quer fazer novo leilão, mas a Eletrosul deseja evitar mais perda de tempo. A estatal terá resposta da Aneel na terça-feira.

2 comentários:

Anônimo disse...

Estranha essa desistência dos chineses. Será que o fracasso do coroné do Ceará do PDT que fez reunião com o partido comunista chinês foi o motivo?? O que é ruim para os comunistas pode ser ótimo para o Brasil!!

Anônimo disse...

Eletrobras, Petrobras, Correios e demais estatais serão privatizadas.

Vão fazer um modelo de transição. Vão fazer o mesmo que fizeram com a Vale e Embraer. Privatizar a administração e manter o controle de decisão na união.

As últimas empresas peivatizadas no Brasil será Banco só Brasil, Caixa Econômica Federal, BNDES e bancos públicos. Mas um dia irão.

Brasil não pode ser refém do Itaú e Bradesco eternamente. Por isso a importancia de empresas como XP Investimentos, BTG Pactual, Nubank e outros concorrentes.