Confiança do consumdor ficou estável em maio, diz CNI


O Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (INEC), divulgado ontem pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), registrou estabilidade na passagem de abril para maio, mantendo os 102,2 pontos. 

O resultado é 5,2% inferior à média histórica de 107,8 pontos e recuou 1,6% em relação a maio de 2017. 

O resultado mensal está associado ao maior pessimismo, por parte dos entrevistados, em relação ao emprego, inflação e compras de bens de maior valor, enquanto a expectativa de renda pessoal melhorou na margem.